A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

29/10/2015 12:20

MPE manda prefeito exonerar esposa de vereador por nepotismo; 6º caso no ano

Liana Feitosa

Nesta quinta-feira (29), o MPE/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) publicou recomendação exoneração de uma servidora ao prefeito Antônio dos Santos (DEM), o “Toninho”, de Inocência, cidade a 339 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
MP recomenda demissão de filha de vereador, mas prefeito não vê ilegalidade
MPE dá prazo de 10 dias para prefeito exonerar esposa de cargo

De acordo com o texto, tem existido prática de nepotismo no executivo municipal por parte do vereador Jeferson Lopes de Oliveira, que é casado com a servidora pública municipal Gislene Ferreira da Silva, que tem cargo de provimento em comissão de diretora da Escola Municipal Dom Bosco.

Prazo - A recomendação quer que a exoneração ocorra em até 10 dias e que ela não seja nomeada para cargos de direção, chefia ou assessoramento, assim como para cargos em comissão ou de confiança enquanto o marido dela for vereador da cidade.

A Justiça classifica que há violação da Constituição Federal quando é nomeado cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade até o terceiro grau da autoridade que está nomeando, ou de servidor do mesmo órgão.

Seis casos no ano - Desde o começo deste ano, o MPE pediu exoneração de, pelo menos, 10 pessoas devido a nepotismo nas cidades de Corumbá, Ladário, Naviraí, Brasilândia e Coronel Sapucaia, além do caso de hoje, em Inocência.

Só neste mês de outubro, a recomendação foi feita a dois prefeitos. Ao gestor municipal José Antônio Assad e Faria (PT), de Ladário, foi recomendada a exoneração da esposa Gisele Maria Saab Assad e Faria de secretária especial de Políticas Públicas e Cidadania.

Já ao prefeito de Naviraí, Léo Matos (PSD), foi recomendada a demissão de Cláudia Adriana de Oliveira, filha do atual presidente da Câmara de Vereadores, Benedito Missias de Oliveira.

MP recomenda demissão de filha de vereador, mas prefeito não vê ilegalidade
O MPE (Ministério Público Estadual) recomendou ao prefeito de Naviraí, Léo Matos (PSD), a demissão Cláudia Adriana de Oliveira, filha do atual presid...
MPE manda prefeito demita servidores parentes de vereadores em 60 dias
O MPE/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) recomendou que a Prefeitura de Brasilândia, cidade a 355 quilômetros de Campo Grande, e...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions