A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

11/05/2015 14:29

MPE recomenda reparo urgente de ponte sobre Rio Taquari Mirim que ameaça cair

Liana Feitosa

O MPE/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) publicou nesta segunda-feira (11) recomendação ao município de Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, para que interdite e recupere com urgência a ponte de madeira sobre o Rio Taquari Mirim, o Riozinho.

Veja Mais
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Desaparecida há dois dias, jovem é encontrada morta às margens da MS-427

Segundo o MPE, a ponte está em péssimo estado de conservação. Devido à estrutura comprometida pela ausência de manutenção, existem riscos de acidentes, inclusive de desabamento.

Sem tráfego - Na recomendação, o Ministério Público pede a interdição da ponte para que seja reformada. Além disso, recomenda que seja elaborada uma análise detalhada da situação para identificar todos os elementos que estão deteriorados e que devem ser substituídos e os que podem ser reaproveitados.

De acordo com o texto do MPE, a prefeitura de Coxim tem 24 horas para se pronunciar oficialmente, garantindo se irá ou não acatar a recomendação.

A ponte sobre o Riozinho fica na divisa entre os municípios de Coxim e Rio Verde, ambos em Mato Grosso do Sul, por isso, segundo o MPE, as duas prefeituras têm atribuição e responsabilidade sobre a manutenção.

Em entrevista ao Campo Grande News, o prefeito de Coxim, Aluízio São José (PSB), afirmou que já acatou a recomendação do MPE e a ponte já foi interditada. "Já respondemos ao MPE e a ponte foi interditada para garantir a segurança da população. Estivemos duas vezes no local para conversar com moradores da região e encontrar alternativas para a solução do problema", explica.

Segundo ele, só falta a prefeitura de Rio Verde se manifestar, já que os custos com a obra deverão ser financiados pelas duas administrações municipais.

"Rio Verde ainda não se posicionou, mas a nossa parte do custeio na reforma já está disponível, está garantida. Se a cidade decidir não participar do custeio, tentaremos outros apoios para realizar a reforma", detalha Aluízio.

O Campo Grande News tentou contato com o prefeito de Rio Verde, Mário Kruger (PT), mas o celular dele estava indisponível até o fechamento desta matéria.

Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Diones Luiz Pedrosa Farias, 21, foi encontrado morto com o pescoço cortado com uma faca, na rodoviária de Amambai, distante 366 km de Campo Grande, n...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions