A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/10/2013 16:57

MPF pede bloqueio de R$ 242 mil em bens do ex-prefeito de Boquena por fraude

Filipe Prado

O ex-prefeito de Bodoquena, Umberto Machado Aripe, está na mira do Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul (MPF/MS). A procuradoria ajuizou ação de improbidade administrativa, acusando-o de desviar R$ 242.500,00 em verbas públicas destinadas para o turismo da cidade.

Veja Mais
Homem morre ao sofrer descarga elétrica durante conserto de bomba d'água
Ciclista morre ao ser atingido por vários tiros disparados por dupla em moto

O MPF pediu, em liminar, o bloqueio de todos os bens de Aripe, no valor da quantia desviada, além de pedir a condenação do ex-prefeito, acarretando em suspensão dos direitos políticos, de cinco a oito anos, perda de função pública, caso exerça alguma, e proibição de contratar com o poder público.

Segundo a assessoria, Umberto Aripe, transferiu os R$ 242.500,00 de uma conta criada para receber os recursos, para uma conta do município, empregando o dinheiro de formas desconhecidas. Ele informava que o projeto ainda não havia começado, porém que os recursos estavam sendo depositados.

O caso - Durante o mandato de Umberto Aripe, como prefeito, entre 2005 e 2008, ele firmou convênio, Convênio n° 104/2007, junto com o Ministério do Turismo. Então, no dia 4 de Setembro de 2007, a União transferiu para uma conta específica R$ 242.500,00, em contrapartida a Prefeitura deveria investir R$ 7.500,00. O governo do MS, que foi o responsável em acompanhar a execução do projeto, solicitou informações, porém eles alegavam que o recurso estava sendo atualizado e corrigido monetariamente, antes de ser aplicado na execução do projeto.

Em investigação, foi comprovada a fraude, mostrando extratos bancários que revelavam o saldo inicial da conta, correspondendo a verba destinada ao projeto, R$ 242.500,00. Segundo a assessoria do MPF, o relato da auditoria mostra que “mesmo tendo ocorrido o saque de recursos da conta específica do Convênio n° 104/2007, desde 27 de novembro de 2007, o demandado Umberto Machado Araripe encaminhava relatórios mensais, constando que não foram efetuadas despesas e pagamentos no período respectivo, como se os recursos estivessem na conta específica do convênio devidamente aplicados”.

Homem morre ao sofrer descarga elétrica durante conserto de bomba d'água
José Antônio Farias, 51, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto arrumava uma bomba d'água às margens de uma lagoa, no distrito de Lagoa Bo...
Ciclista morre ao ser atingido por vários tiros disparados por dupla em moto
Wellington Ronaldo de Souza, 34, foi morto a tiros ao ser abordado por dois homens que estavam em uma moto. O homicídio aconteceu às 20h30 de domingo...
Durante briga em lanchonete, homem é esfaqueado e morre a caminho do hospital
Francisco Torales Monteiro, 32, foi encontrado ferido e agonizando em uma lanchonete de posto de combustível por volta de 00h05 desta segunda-feira (...
Pedestre é atropelado e morto por motociclista embriagado e sem CNH
Davi Ezequiel Barreto, 52, morreu atropelado após ser atingido pela moto conduzida por Ednilson de Oliveira, 21, que estava supostamente embriagado. ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions