A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

14/05/2013 08:25

MS terá R$ 4 milhões para instalar 90 câmeras nas cidades da fronteira

Aline dos Santos
Vigilância eletrônica será implantada em Ponta Porã e mais sete cidades de MS. (Foto: João Garrigó)Vigilância eletrônica será implantada em Ponta Porã e mais sete cidades de MS. (Foto: João Garrigó)

O governo federal vai liberar até R$ 4 milhões para instalação de câmeras em oito municípios da região de fronteira de Mato Grosso do Sul. O processo de habilitação de projetos, disponível para onze Estados, foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

O videomonitoramento faz parte do Enafron (Estratégia Nacional de Segurança Pública). De acordo com a Secretaria Nacional de Segurança Pública, devem ser instaladas 90 câmeras no Estado, que faz fronteira com Bolívia e Paraguai.

A vigilância eletrônica será em Amambai (10 câmeras), Bela Vista (9), Coronel Sapucaia (9), Corumbá (15), Dourados (15), Mundo Novo (9), Naviraí (10) e Ponta Porã (13). Ao todo, Mato Grosso do Sul pode pleitear R$ 4.050.000,00, sendo R$ 3.240.000,00 para capital e R$ 810 mil para custeio.

Em todo Brasil, o recurso chega a R$ 29 milhões, sendo a maior fatia para Mato Grosso do Sul. Podem apresentar projetos de videomonitoramento de vias públicas em municípios situados na faixa de fronteira os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Cada Estado poderá participar do processo de habilitação, por intermédio de sua Secretaria de Segurança Pública, mediante apresentação de um projeto único que contemple simultaneamente os municípios selecionados e os órgãos de segurança pública estaduais que atuam nessas localidades.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



Muito bom,e a manutenção ate qdo vai funcionar,por qto tempo?
 
Carlos Rocha em 14/05/2013 09:03:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions