A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/09/2014 12:29

Mulher é liberada após confessar crime e vítima continua em estado grave

Caroline Maldonado
Arma usada no crime foi apreendida pela polícia (Foto: Dourados News)Arma usada no crime foi apreendida pela polícia (Foto: Dourados News)

A mulher suspeita de atirar em Jocicléia Lopes Vargas, 32 anos, se apresentou a polícia, nesta terça-feira (3), junto ao marido. Hewelyn Alves da Silva, 23 anos, disse ao delegado Marcelo Batistela, que agiu em legítima defesa. Segundo o jornal Dourados News, continua gravíssimo o estado de saúde da vítima.

Veja Mais
Polícia divulga foto de casal suspeito de ferir mulher com tiro na cabeça
Mulher leva tiro na cabeça durante briga com vizinhos

Hewelyn e o marido, Helido Martins Estevão, 31 anos, se envolveram em uma briga com a vítima, no último sábado (30), na rua Hatsujiro Kudo no Residencial Eucalipto, em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande. 

Ela disse que o marido não teve participação na tentativa de homicídio, somente a ajudou a fugir. Os dois foram indiciados por tentativa de homicídio e estão em liberdade, enquanto a arma utilizada no crime foi apreendida.

Revoltado, o esposo de Jocicléia, Gilmar Nunes Nogueira, 25 anos, reclamou das leis do país, em entrevista ao Dourados News. “Como após um crime como esse a justiça deixa soltos criminosos que já confessaram?", questionou o rapaz.

A filha de Jocicléia, Bianca Vargas, disse ao jornal que a mãe foi transferida para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), na segunda-feira (1°) e mantém o quadro de gravidade. Segundo a filha, a vítima pode ficar com sequelas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions