A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

06/02/2012 08:51

Após ser detida, mulher tira a roupa e desacata policiais

Wendell Reis

Uma mulher foi detida por disparo de arma de fogo, ameaça, desacato, desobediência e resistência na madrugada desta segunda-feira (6), por volta de 1 hora, no município de Nova Andradina. Os policiais chegaram até a rua Pedro da Rocha Liberato, no bairro Morada do Sol, após receberem a denúncia de que uma mulher de 23 anos efetuou alguns disparos de arma de fogo.

Veja Mais
Com sítio invadido por índios, família está há nove meses fora de casa
Pistoleiro preso “some” e prefeito de Pedro Juan cobra polícia paraguaia

No local, os policiais ficaram sabendo que a jovem discutiu com uma vizinha e após a briga, pegou um carro, parou em frente a casa da rival e efetuou dois disparos. Entretanto, as munições não foram deflagradas. Segundo a vítima, a acusada atirou novamente e conseguiu fazer um disparo para o alto. Após isso, foi embora, mas retornou novamente e disse que mataria a vizinha.

Os policiais foram em busca da acusada e a localizaram em frente à residência dela, ao lado do veículo. Questionada sobre a acusação, a mulher negou. Os policiais não encontraram a arma. Porém, durante revista, a mulher passou a desacatá-los, dizendo: “Vocês são uns policiais de merda. Não valem nada. Aqui não tem homem pra me prender. Polícia tem que prender bandido. Eu sou inocente”.

A Polícia teve que usar a força para conduzi-la até a viatura. Na delegacia, a mulher começou a se despir, deixando os seios à mostra. Em seguida, baixou o short e declarou: “Eu sou gostosa”, afirmando que os policiais queriam manter relações sexuais com ela. Os policiais relataram que a mulher simulava estar com distúrbios mentais e gritava de maneira descontrolada. A Polícia vai investigar o caso, já que não encontrou arma e nem projétil para provar a materialidade dos disparos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions