A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

21/07/2014 21:25

Município é multado por contratar servidores sem realizar concurso público

Alan Diógenes

Contratação sem concurso público levou o MPT (Ministério Público do Trabalho) em Três Lagoas a promover a execução do município de Bataguassu por descumprir TAC (Termo de Ajuste de Conduta). A ação de execução, que cobra o pagamento de multa superior a R$ 1 milhão foi ajuizada na Vara do Trabalho de Bataguassu, no dia 17 de junho.

Veja Mais
Pressionada por Reinaldo, Câmara vota contrato da Sanesul ainda em 2016
Polícia acha contrabando em caminhão de transportadora e motorista é preso

Em setembro de 2006, o município firmou com o MPT em Três Lagoas o TAC nº 035/2006 assumindo diversas obrigações, entre elas: não admitir servidores sem processo seletivo público, sanar as irregularidades existentes no quadro de servidores e contratados e promover a realização de concurso.

Em resposta a ofício encaminhado pelo MPT, em março de 2014, o município de Bataguassu apresentou a relação nominal de servidores e dos vínculos empregatícios, em que se comprovou o descumprimento do TAC. A prefeitura contratou servidores sem concurso para funções sem necessidade temporária de excepcional interesse público.

Foram contratados 101 trabalhadores para funções permanentes e inerentes à municipalidade, as quais poderiam ser preenchidas por servidores públicos através de concurso regular, além da contratação de 29 trabalhadores para cargos de comissão que poderiam também ser preenchidas por servidores públicos do quadro de carreira.

A multa, no valor atual de R$ 1.146.822,73 deverá ser revertida ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) ou a instituições ou programas sem fins lucrativos, que tenham objetivos filantrópicos ou de desenvolvimento e melhoria das condições de trabalho.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions