A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

07/05/2015 14:30

Município tem 374 casos confirmados de dengue e duas mortes investigadas

Priscilla Peres
Trabalho de combate já foi feito em 80% da cidade. (Foto: Divulgação/Prefeitura)Trabalho de combate já foi feito em 80% da cidade. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Três Lagoas - distante 338 km da Capital, tem 374 casos confirmados de dengue nos quatro primeiros meses do ano. Desde janeiro já são 1.144 notificados e duas mortes estão sendo investigadas. Mato Grosso do Sul registra quatro mortes e outros cinco sob suspeita.

Veja Mais
Dengue faz 1ª vítima na Capital e total de mortes pode chegar a 9 em MS
Epidemia de dengue atinge 49 cidades e doença ganha “força” no outono

O caso mais grave de dengue em Três Lagoas, foi em uma criança de 9 anos que estava internada em Campo Grande, mas já voltou para sua casa e passa bem. As mortes por suspeita de dengue são de um homem de 40 anos, que residida no bairro Nossa Senhora das Graças e de outro homem que residia no bairro Lapa.

De acordo com a diretora de Vigilância Sanitária e Saneamento, Neide Hiroko Yuki da Silva, vários critérios são considerados para investigação da suspeita de óbito por dengue. “Além dos exames laboratoriais, a equipe entrevista os familiares, faz um levantamento do histórico do paciente, tanto na unidade em que foi atendido quanto no Hospital. Com isso em mãos, reunimos todas as informações e encaminhamos para Campo Grande”, explicou.

Segundo o coordenador do Departamento de Endemias, Benício Donizete, até o momento, a maior incidência foi no mês de abril devido à quantidade de casos notificados. “Acreditamos que no final do mês de maio a tendência de casos possa cair por conta do clima, com a diminuição das temperaturas e das chuvas, mas a população precisa continuar colaborando não deixando lixo ou recipientes que acumulem água”, explicou Benício.

Combate - Benício explicou que o trabalho de combate já foi feito em 80% da cidade, em especial, nos locais que tem apresentado os maiores índices de casos notificados. O carro Ultra Baixo Volume (UBV), que visa o combate aos mosquitos passa em dois horários, sendo das 4h às 8h e 16h às 20h.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions