A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

04/12/2012 16:45

Município tem quatro secretários afastados

Gabriel Neris
Escola municipal continha notas fiscais para a construção de muro em volta (Foto: Divulgação)Escola municipal continha notas fiscais para a construção de muro em volta (Foto: Divulgação)

A juíza de Direito da Vara Única da comarca de Nova Alvorada do Sul, Mariana Rezende Ferreira Yoshida, acatou pedido do MPE/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) nesta segunda-feira (3) e afastou quatro secretários municipais da Prefeitura de Nova Alvorada do Sul.

Veja Mais
Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento

Aildo Ramão da Luz Gonçalves, secretário de Finanças, Fabiana Martins Amaral Viana, secretária de saúde, Ivonei Batista da Silva, secretário de Educação, e Dorival Barbosa Campos, secretário de Serviços Urbanos, são acusados de envolvimento no esquema fraudulento deflagrado pela Operação Falsário, em Nova Alvorada do Sul.

No dia 25 de setembro, o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), em apoio ao Promotor de Justiça Luiz Eduardo de Souza Sant´Anna, cumpriu três mandados de busca e apreensão e duas ordens de condução coercitiva.

A operação policial foi resultado de investigação iniciada no mês de julho a partir de denúncia de desvio de dinheiro público na Prefeitura Municipal. Durante as investigações, foram analisadas notas fiscais, e constatado que vários serviços pagos, como reformas em escolas e postos de saúde, não teriam sido executados.

Para justificar os pagamentos, as notas fiscais teriam sido emitidas de forma fraudulenta, em nome de empresas do ramo da construção civil do município. Durante a ação policial foram apreendidos diversos documentos que indiciaram a prática dos crimes de peculato, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento
A esposa de um detento de Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande, foi presa na tarde de ontem (7) tentando entregar um pão recheado com maconha p...



Se isso acontesse na cidade de Nova Alvorada do Sul, dira com e a coisa na prefeitura da Capital
 
katia Pereira em 05/12/2012 10:20:50
Tem gente que acredita que em cidade pequena e tudo certo! veja que não é pois a robalheira tem em qualquer lugar, mas dai roubar a educação e a saude ja falta de humanidade. ate parece que eles não tem filhos que estudam ou vão ao médico, mas fazer oque né? no entando fica aqui o meu protesto!!!!!!
 
gisele valdonado de lara em 04/12/2012 23:02:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions