A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

25/12/2010 13:57

Natal em Sidrolândia é marcado pela preocupação de funcionários do Nutrishopping

Ana Maria Assis
População que acompanhou tragédia em Sidrolândia comenta hoje sobre prejuízos para o município. Foto: João GarrigóPopulação que acompanhou tragédia em Sidrolândia comenta hoje sobre prejuízos para o município. Foto: João Garrigó

Um dia após o incêndio que destruiu o centro comercial Nutrishopping, em Sidrolândia, funcionários das lojas e do supermercado, além de moradores da cidade, comentam os prejuízos deixados ao município e a preocupação de quem trabalhava no local. O Nutrishopping é considerado um dos maiores centros comerciais da cidade. Embora as chamas tenham devastado todo o local destruindo tudo, mercadoria e estrutura, funcionários e clientes conseguiram fugir do incêndio e não houve ferido.

Localizada a 71 km da Capital, Sidrolândia não tem grupamento do Corpo dos Bombeiros. Quatro viaturas foram enviadas de Campo Grande para a cidade e, além disso, caminhões pipa de fazendas ajudaram a combater o fogo. Uma funcionária que trabalha há mais de dez anos no Nutrishopping conversou com o Campo Grande News nesta tarde de Natal, dizendo que a data está sendo comemorada em meio a preocupações.

Segundo moradores de Sidrolândia, a aparência do centro comercial, que até a manhã de ontem era um dos mais procurados para as compras de Natal, é de destruição. “A única maneira de recuperar vai ser derrubar e fazer outro”, disse um rapaz.

Já a funcionária do centro, afirmou que a filha de Dalto Pavei, dono do estabelecimento, já chegou a tranqüilizar os funcionários, afirmando que ele encontrará uma solução para amenizar os prejuízos. Na cidade, comentam que Dalto “não vai deixar as pessoas na mão”. Segundo um morador do município, o empresário chegou a ir até o local do incêndio e conversar com algumas pessoas, falando que vai fazer uma reunião com os funcionários para comunicar o que será feito e, ainda, vai ressarcir as pessoas que já haviam pagado as compras, mas ainda não haviam recebido o pacote com os produtos que acabaram destruídos pelo incêndio.

A funcionária da loja, afirmou que Pavei estava em Campo Grande quando o incêndio teve início. Segundo ela, o dono do estabelecimento chegou primeiro que o Corpo de Bombeiros que também partiu da Capital para Sidrolândia. “Quem sabe com esse acontecimento, as autoridades vão olhar pela nossa cidade, ver que Sidrolândia cresceu e precisa de uma guarnição do Corpo de Bombeiros”, disse ela.

A informação é de que o dono do centro comercial vai fazer uma reunião com os funcionários na segunda-feira (27), às 9h. Dalto Pavei, 49 anos, é também proprietário de uma loja de materiais de construção e outros imóveis. Segundo a funcionária que trabalha há mais de uma década com o empresário, “ele é um homem muito inteligente”. “Eu acredito no Dalto Pavei, na família dele. Nada acontece por acaso, e eles vão saber resolver a situação da melhor forma”. Segundo informações, quase 90 funcionários trabalham na Nutrishopping.

Preocupação

A funcionária, que prefere não ser identificada, conta ao Campo Grande News que mesmo com a confiança em Deus, a família fica preocupada com o emprego que dá sustento a casa. Ela tem uma filha que faz faculdade e um neto, a principal renda da casa é o salário dela, pois é viúva. “A gente fica preocupada porque tem uma vida, um compromisso. São 11 anos que trabalho lá e sempre pude contar com esse dinheiro, nunca recebi meu salário atrasado”, conta a trabalhadora.

Chocada, ela descreve o momento em que estava trabalhando e percebeu as chamas. “De repente desmoronou tudo. De uma forma muito rápida. Pegou fogo no estoque de papel higiênico, nas fraudas. Foi uma confusão, saímos de lá correndo e ficamos vendo tudo de fora”.

Ela contou também, dos detalhes que lembrava enquanto o incêndio tomava conta do local. “Eu ajudava a fazer as compras para a loja. Comecei a lembrar de cada coisa que compramos. Tudo o que construímos em mais de dez anos. Tudo foi pelos ares”.

Para a funcionária, o prejuízo é de toda Sidrolândia. “Os outros funcionários também dependiam muito do que ganhavam ali, pagam aluguel. Esse Natal foi um Natal pesado para nós e para a famíli Nutrishopping. É uma perda para toda a cidade”.

A equipe do Campo Grande News tentou entrar em contato com a família Pavei em diversos telefones celulares, no entanto ninguém atendeu. Uma amiga da família comentou que, pelo que soube, eles querem evitar falar do assunto neste Natal.

(Com a colaboração de Thiago Dal Moro de Sidrolândia)

Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia
Mulher de 42 anos foi agredida pelo marido com uma garrafada no sábado (3), após ser vista conversando com as amigas em sua casa em Dourados, distant...
Domingo é de redação no segundo dia de prova do Enem em Paranaíba
Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, fazem neste domingo (4) as provas de reda...



sabem a mais pura verdade??
dentre 10 pessoas q estavam assistindo o fogo
8 estavam batendo palma
minha mae conheceu ele vendendo pintinho e raçao
e olha onde ele ta
daltro é um trabalhador!!!
ele n tem preguiça!!!!!!!!!!
sidrolandia está com vc daltro
 
juliano pigosso basso em 04/01/2011 10:16:41
Conheço DALTO PAVEI, vai levantar tijolo por tijolo denovo. To com você.
 
DIRCEU FRARE em 27/12/2010 10:43:20
ficamos muito triste por este acontecimento no nutrishopping mas que essa batalha
venceremos com a força deus e de todas as forças de nosso povo de sidrolandia....
 
milton miranda e andrea souza em 27/12/2010 10:39:37
Senhores empresários e autoridades da cidade de Sidrolandia até quando vocês deixaram a cidade de Sidrolandia sem a proteção do corpo de bombeiros.
A sociedade de Sidrolandia precisa e merece uma guarnição do corpo de bombeiros.
 
Ednea braga de assis Cardoso em 27/12/2010 08:56:41
As coisas não acontecem por obra do acaso, tudo tem um significado, não teve nem uma pessoa ferida.... é só recomeçar, nós somos brasileiros e adoramos trabalhar... Que Deus os proteja...
 
rozeneide soares em 27/12/2010 08:43:16
Eu vi o Dalto quando começou em um pequeno salão construiu este grande shoping concerteza irá construir tudo novamente. hoje moro em Bonito mas gosto muito de Sidrolândia onde mora todos os meus parentes.
 
fatima monteiro em 26/12/2010 08:38:42
Infelismente essa é a realidade da maioria das cidades de nosso estado... sem amparo e apoio para acidentes com essa magnitude.
E pra piorar a quantidade de bombeiros existente não da conta nem dos quarteis ativos!
Sem falar da manutenção precária das viaturas!!!

Até quando...
 
Junior Mascarenhas em 26/12/2010 07:43:12
e muito triste o que aconteceu mas que todos que depedem do shopping tenhan fe em Deus que tudo vai dar certo.
 
lino regis achar da silva em 26/12/2010 06:08:14
Caro Amigo DALTO, GEISE e Familie eu sei das dificuldades e da lutas travadas por voçes para que esse emprendimento chega-se ao porte que estava. Sé tenho que lhe dizer aos funcionários e ao povo de Sidrolândia a honra, a sensibilidade e acima de tudo a honestinade que esta familia tem, pode ter certeza de uma coisa logo, logo tenho certeza que vou ser convidado p/a reinauguração da loja. QUE DEUS ILUMINE VOÇES COMO SEMPRE ILUMINOU, POR QUE MEUS IRMÃOS, PREGUIÇA PRA TRABALHAR VOÇES NÃO TEM E PODE CONTAR COMIGO SEMPRE, TO DEU IRMÃO(NÃO DE SANGUE) + PELA AMIZADE E COMPANHERISMO DESTE + DE 20 ANOS. COMO DIZ UM AMIGO DE JOÃO PESSOA "PAPAI DO CÉU É BOM DEMAIS". ABRAÇOS DO AMIGO E IRMÃO GILSON ALBRES VIEGAS
 
Gilson Viegas em 26/12/2010 04:48:06
Não é por nada não, mas nos Estados Unidos em cidades pequenas os próprios moradores criam brigadas contra incêndio justamente para evitar este tipo de problema já que o poder público não cobre todas as cidades a contento.
 
Marco Aurélio em 26/12/2010 02:13:28
eu moro em campo grande e estou muito triste por que são muitos trabalhadires que depende dessa renda mas deus vai dar força para a nutrissop vai ter uma solução..............
 
edinalva dos santos romualdo em 25/12/2010 06:34:07
Em pleno Natal empresário e funcinários ficam refem de um Poder Público, onde deixa de instalar um Quartel de Bombeiros que poderia ter diminuido e muito os prejuízos, os políticos de Sidrolandia devem fazer algo sobre a falta do Copro de Bombeiros naquele Município, pois já tiveram vários incêndios e muitos foram os prejuízos chega de blabla blabla....é hora de fazer algo.....
 
Luiz A.T. Mantovbani em 25/12/2010 06:10:13
qui qé isso?!
Deuz kimi livrii!!
 
Freddy Mercury Prateado! em 25/12/2010 05:44:16
ficamos muito triste com essa tragedia,que Deus possa dar forças para todos os funcionarios,e tambem para o proprietario,para recomeçar de novo.
 
hemerson socrates pires ribas em 25/12/2010 04:18:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions