A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

25/09/2012 16:53

Notas apontam R$ 16 mil em obras não executadas em Nova Alvorada do Sul

Nicholas Vasconcelos

Prefeito alega que obras investigadas em operação do Gaeco são regulares

Nota apreendida pelo Gaeco mostra reforma em escola agrícola que não foi executada. (Foto: Divulgação)Nota apreendida pelo Gaeco mostra reforma em escola agrícola que não foi executada. (Foto: Divulgação)

As notas apreendidas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) durante a operação Falsário apontam que foram pagos R$ 16 mil por obras não executadas para a Prefeitura de Nova Alvorada do Sul, a 120 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o MPE (Ministério Público Estadual), foram apreendidas notas fiscais que mostram o pagamento pela construção de um alambrado na Escola Municipal Iris Bruneto, ampliação e reforma do estádio do Bugre, reforma em um posto de saúde, entre outros.

Além dos documentos, foram ouvidos o secretário municipal de Serviços Urbanos, Dorival Barbosa Campos, e o assessor da Prefeitura, Francisco Edimar Souza da Silva, conhecido como Biro-Biro e que também é candidato a vereador. Dois prestadores de serviço da Prefeitura prestam depoimento na tarde de hoje.

A operação é coordenada pelo promotor Marcos Alex Vera de Oliveira, com participação da promotora Cláudia Almirão. Dez policiais deram apoio.

O prefeito de Nova Alvorada do Sul, Arlei Silva Barbosa (PT), divulgou nota em que afirma que as obras investigadas pela operação estão regulares, com comprovação de execução e que os contratos foram repassados para o Ministério Público.

De acordo com o Arlei, todos os papéis estão à disposição da Justiça, do Ministério Público e de quem mais procurar a administração municipal. Ele também afirma que os promotores do Gaeco não fomentaram o “denuncismo típico do período eleitoral”.




Não só em Nova Alvorada como em todo o Estado, esses políticos são uns verme, tiram o dinheiro da educação saúde e principalmente do investimento em políticas voltadas para apoio e desenvolvimento das crianças pobres,,, a justiça tem que ser feita não só para latrocida como também para colarinho branco,isto é uma vergonha!!
 
Valter Vieira Alves em 25/09/2012 08:25:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions