A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

27/02/2012 14:51

OAB cria comissão para acompanhar investigações da morte de jornalista

Marta Ferreira

A Subseção em Ponta Porã da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) anunciou a criação de comissão especial para acompanhar o inquérito que apura a morte do jornalista Paulo Rocaro, executado no dia 12 de fevereiro, em Ponta Porã.

Veja Mais
Deputados cobram agilidade na apuração da morte de jornalista em MS
Indícios apontam que morte de jornalista tem ligação com profissão

Integram a comissão os advogados André Orue Andrade, João Batista Sandri e Ricardo Soares Sanches Dias. “A comissão especial vai acompanhar os trâmites legais da polícia, vendo o resultado das perícias, oitivas, entre outros procedimentos. Desta forma estaremos colaborando para o bom andamento do inquérito”, afirmou a presidente da 5ª Sub-seção da OAB, Nina Negri Schneider.

Cópia da portaria criando a comissão foi entregue ao presidente do Clube de Imprensa de Ponta Porã, o radialista Diovano Cézar.

“A OAB atua em defesa do cidadão. Como a imprensa também age em defesa do cidadão e, devido à grande repercussão do caso, nós, que exigimos a elucidação deste caso, passamos a contar com o apoio de uma das mais importantes instituições que defendem a liberdade de expressão neste País.”, afirmou Diovano Cézar.

O radialista afirmou que existe uma preocupação grande de todos os profissionais de imprensa por conta da notícia de que outros colegas estejam sofrendo ameaças por estarem exercendo o direito constitucional de informar a população.

“Não queremos novos casos de violência nos quais os jornalistas se tornem as vítimas. Vivemos numa sociedade democrática e que possui os mecanismos que asseguram a liberdade de expressão. Por isso que recebemos com muito entusiasmo o apoio da OAB, instituição que possui um histórico de defesa das liberdades no Brasil”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions