A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

24/01/2014 16:49

Obra da estação de tratamento de esgoto vai ligar 85% das casas à rede

Zana Zaidan
Obras no bairro Laranja Doce (Foto: Divulgação)Obras no bairro Laranja Doce (Foto: Divulgação)

As obras que farão com que 85% das casas em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, tenham ligação com a rede de coleta e tratamento de esgoto já estão em execução. Foram investidos R$ 55 milhões para construção da estação de tratamento, que vai possibilitar 16.977 novas ligações de domicílios à rede de esgoto. Os recursos fazem parte do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento), e o pacote de obras foi autorizado pelo governador André Puccinelli (PMDB) e o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, no final do ano passado.

Veja Mais
Homem é preso com maconha escondida em banco de carro na MS-134
Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira

A estação ETE Ipê terá capacidade de tratar 110 litros por segundo. Esse pacote também é composto por desarenador, Ralf (02 unidades), caixas divisoras de fluxo (04 unidades), filtro biológico (02 unidades), decantador secundário (02 unidades), estação elevatória de lodo excedente e recirculação, caixa de areia, leito de secagem de lodo (16 células), laboratório, tubulações do processo e urbanização da área.

Serão implantados de 9.310 metros de interceptores, 922 metros de emissário, seis estações elevatórias, 17.040 metros de linha de recalque, execução de 309.200 metros. Também está incluída a construção de um viveiro de mudas, composto de área administrativa, estufa, área de condução de mudas, sementeiras e composteira, expedição de saquinhos, reservatório e rede de distribuição de água.

Nesta primeira fase das obras a Sanesul realiza a implantação das redes de esgotamento sanitário em duas bacias a do Córrego Laranja Doce, começando pelo bairro Laranja Doce e do Córrego Água Boa, iniciando pelo bairro Jequitibás. Após a conclusão da obra do bairro Jequitibás, a empresa já notificará os moradores para interligarem suas casas a rede de esgoto. Caso o morador tenha fossa séptica na calçada, a conexão a rede é imediata.

Segundo o gerente da Regional da empresa em Dourados, Paulo César Torraca, o objetivo é realizar as obras de forma sustentável de baixo para cima, ou seja, interligar imediatamente as residências as redes que levarão o esgoto as estações de tratamento já existentes, e deixar toda infraestrutura concluída das outras localidades que dependerão da construção da ETE Ipê, que se será construída na segunda fase deste pacote.

Para o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, a meta é preparar a cidade para o futuro, uma vez que, na seleção da terceira etapa do PAC II, foram garantidos recursos de mais de R$ 25 milhões, que serão destinados à ampliação da ETE Ipê. “As evoluções na área de saneamento básico de Dourados são apenas um exemplo, das obras no passado executadas e concluídas, iniciadas no presente e a projeção de novos grandes investimentos, frutos de uma empresa recuperada que cumpre o papel de ser uma gestora do saneamento de 68 municípios de Mato Grosso do Sul”, enfatiza o José Carlos.

Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira
Idoso de 61 anos e brasileiro, sofreu um sequestro relâmpago na manhã deste domingo (4), enquanto descia do seu veículo para realizar compras no lado...
Concurso Beleza Negra acontece na próxima sexta-feira em Dourados
A cidade de Dourados - que fica a 233 km de Campo Grande - recebe na próxima sexta-feira (9), a partir da 19h, a primeira edição do Concurso Beleza N...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions