A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

20/05/2015 09:01

Onda de violência continua na fronteira e segunda vítima é morta a tiros

Helio de Freitas, de Dourados

Mais um homem foi morto a tiros na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Foi o segundo assassinato ocorrido ontem nas cidades de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, a 363 km de Campo Grande. Dênis Ajala de Lima foi alvejado por vários tiros na Rua Tamareira, no Residencial Ponta Porã.

Veja Mais
Bandidos executam brasileiro a tiros em estacionamento de shopping
Polícia paraguaia encontra arsenal de pistoleiros, mas ninguém é preso

De acordo com a polícia, vizinhos ouviram tiros por volta de 23h de ontem, mas somente hoje de manhã, quando saiam para trabalhar encontraram o corpo na calçada em frente a uma residência. As primeiras informações revelam que Lima tinha passagem pela polícia por homicídio, ocorrido me 2010.

Outra morte – No fim da tarde de ontem, o douradense Adriano Cunha dos Santos, 33 anos, foi executado com vários tiros dentro de uma caminhonete Amarok, no estacionamento de um grande centro comercial localizado em Pedro Juan Caballero, mas a poucos metros do território brasileiro.

O veículo estava com o motor ligado e Adriano no banco do motorista quando foi alvejado pelos tiros, possivelmente de pistolas 9mm. Testemunhas informaram que os pistoleiros estavam em uma SUV da Toyota, cor escura.

Atentado – Na segunda-feira, o paraguaio Álvaro González, conhecido na fronteira como “Gato” e apontado como integrante do crime organizado, foi baleado dentro do carro, no centro de Pedro Juan Caballero. Os pistoleiros dispararam pelo menos 30 tiros no carro dele, mas González sobreviveu e está internado num hospital de Assunção.

Menos de duas horas após o atentado, policiais paraguaios encontraram um arsenal formado por quatro fuzis automáticos de alto poder de destruição, três pistolas e vários carregadores em um barracão desativado, na periferia de Pedro Juan Caballero.

Coturnos, roupas e máscaras pretas, além de coletes à prova de bala, também foram encontrados no local, onde estavam também um Hyundai Tucson com placa do Rio Grande do Sul e uma caminhonete S10 sem placa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions