A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

24/04/2013 22:54

Operação flagra capataz em condições de trabalho escravo e prende fazendeiro

Nyelder Rodrigues
Alojamento em que morava o trabalhador estava em condições precárias (Foto: Divulgação)Alojamento em que morava o trabalhador estava em condições precárias (Foto: Divulgação)

Um trabalhador foi encontrado em condições de trabalho degradantes na fazenda São Lourenço, no distrito de Itahum, em Dourados. O fazendeiro foi preso por porte ilegal de arma.

Veja Mais
Justiça determina que Sanesul repare danos em erosão causada por vazamento
Chuva alaga ruas em Paranaíba e deixa até camionete submersa em Chapadão

Ele foi retirado do local pelo MPT (Ministério Público do Trabalho), Polícia Federal, DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e Ministério do Trabalho.

Conforme o MPT, o homem era capataz do local, e vivia em situação precária, análoga a de escravo. O fazendeiro, Paulo Afonso Lima Lange, dono da Tropilha Crioula, foi preso por porte ilegal de arma.

Foram encontrados uma pistola Taurus calibre 357, de uso restrito, e espingarda calibre 32, nove cartuchos de calibre 28, cinco munições do calibre 357, 86 de calibre 22, dois de calibre 32 e um calibre 380 e mais um silenciador de pistola.

A operação conjunto foi feita na terça-feira (23). O trabalhador, de 49 anos, era submetido ao trabalho forçado, sendo ele coagido moralmente pelo patrão. Ele era o único empregado do local, e sozinho tomava conta das três áreas da fazenda, onde eram criados gado e cavalos crioulos.

O trabalho dele começava às 5h, e ia até às 21h, mesmo nos domingos e nos feriados. O homem já trabalhava há nove anos, e mesmo estando registrado em carteira, não recebia salário rotineiramente.

Segundo o trabalhador, o último pagamento foi feito em dezembro. Os valores chegavam a ser de apenas R$ 200 e R$ 300. Não havia proteção para o trabalhador, e mesmo tendo sofrido dois acidentes graves, ele não recebeu atendimento médico, nem ficou afastado para recuperação.

Base dos Bombeiros com 8 militares deve ser implantada até o meio do ano
Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - deve ganhar em breve uma base do Corpo de Bombeiros. Foi publicado no DOE-MS (Diário Ofi...
Investimento em recuperação de rodovias no MS será de R$ 185,9 milhões
O Governo do Estado deve investir R$ 185,9 milhões para recuperar trechos das rodovias MS-156, MS-379 e MS-470, que ficam em maior parte na região de...



Bem feitooooooooo! Agora coloca ele nas mesmas condições que o rapaz estava morando na fazenda dele! Uma pessoa dessa não tem coração, podre de rico e faz isso com uma pessoa indefesa.. Que mofe na cadeia!
 
Elizangela Silva em 25/04/2013 11:02:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions