A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

05/03/2015 14:39

Oposicionista acusa reitor da UFGD de “desengavetar” obras para ajudar aliado

Candidata de oposição que disputa a reitoria aponta partidarização política em universidade federal de Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Os professores Maria Calarge e Márcio Barros, que disputam a reitoria pela chapa de oposição (Foto: Eliel Oliveira)Os professores Maria Calarge e Márcio Barros, que disputam a reitoria pela chapa de oposição (Foto: Eliel Oliveira)

Começou ontem a campanha para os cargos de reitor e vice-reitor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e já no primeiro dia de disputa surgem denúncias de favorecimento ao candidato da situação. Liane Maria Calarge, candidata de oposição à reitoria e seu vice Márcio Eduardo de Barros, da chapa “UFGD Livre”, acusam o atual reitor, Damião Duque de Farias, de partidarizar a universidade e de “desengavetar” obras de quase uma década para turbinar a campanha do candidato da situação, o professor João Carlos de Souza.

Veja Mais
Em pronunciamento, deputado acusa UFGD de atrasar obra de hospital
Vereador é internado após AVC e boatos de morte causam confusão

“Tudo que se faz na UFGD passa por um só grupo e isso tem distanciado a UFGD do restante da sociedade”, afirmou Liane ao site Douranews. Ela e seu vice criticam lançamento e entregas de obras feitas nos últimos dias, com o pretexto de comemorar o aniversário de dez anos da universidade. “Inauguraram um Centro de Convivência que foi lançado em 2006, há nove anos, e agora o reitor está lançando ordens de serviços de 2007”, afirmou Liane.

A candidata oposicionista entrou na Justiça com um mandado de segurança para tentar impedir os atos durante a campanha pela reitoria, que vai até o dia 24 deste mês. A eleição será no dia 26 e o mandato é de quatro anos.

O Campo Grande News procurou a assessoria de comunicação da UFGD para que o reitor pudesse se manifestar sobre as denúncias, mas até 14h30 desta quinta-feira não houve retorno ao e-mail encaminhado às 9h40. Também foi deixado um recado no celular do candidato João Carlos de Souza, mas não houve retorno.

O candidato da situação Joao Carlos e sua vice, Marlene Marchetti (Foto: Divulgação)O candidato da situação Joao Carlos e sua vice, Marlene Marchetti (Foto: Divulgação)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions