A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

22/10/2014 09:29

Para ganhar dinheiro fácil, jovem “investe” rescisão em cocaína e acaba preso

Helio de Freitas, de Dourados
Kleberson usou R$ 4 mil que recebeu de direitos trabalhistas para comprar cocaína, mas foi preso pela Polícia Militar (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)Kleberson usou R$ 4 mil que recebeu de direitos trabalhistas para comprar cocaína, mas foi preso pela Polícia Militar (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)

Após ser demitido de uma transportadora, Kleberson Oliveira da Silva, 18 anos, decidiu entrar para o mundo do crime. Morador no Parque das Nações II, bairro da região leste de Dourados (cidade a 233 km de Campo Grande), o rapaz pegou os R$ 4 mil que recebeu de direitos trabalhistas e “investiu” em cocaína. Nos últimos meses ele se tornou importante fornecedor de cocaína para os pontos de venda de drogas. A carreira de traficante, no entanto, durou pouco. Ele foi preso ontem à tarde pela Polícia Militar e autuado por tráfico.

Kleberson já vinha sendo investigado pelo serviço de inteligência da Polícia Militar após denúncias anônimas de que o rapaz estava abastecendo pontos de drogas na cidade. Ontem à tarde, os policiais abordaram o rapaz no bairro onde ele mora, quando Keberson saía de casa em uma Saveiro branca, com placa de Ponta Porã.

Bastante nervoso, Kleberson negou envolvimento com o tráfico, mas como a polícia já tinha denúncia contra ele o carro foi vistoriado e com a ajuda dos cães farejadores os policiais encontraram 800 gramas de cocaína escondidos atrás do aparelho de som da Saveiro. Na casa do rapaz, localizada na rua S-25, a PM encontrou mais cocaína. Segundo os policiais, a droga apreendida poderia render cerca de R$ 40 mil. Ainda na casa os policiais apreenderam uma balança de precisão, R$ 1.200 em dinheiro, dois telefones celulares e um relógio de marca.

Em entrevista para emissoras de rádio de Dourados, Kleberson contou que entrou para o tráfico após ser demitido. Ele contou que pegou o dinheiro do acerto com a empresa e foi a Ponta Porã comprar cocaína. Desde então ele vem abastecendo os pontos de droga existentes na cidade.

Cocaína foi encontrada por cães farejadores atrás do aparelho de som do carro (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)Cocaína foi encontrada por cães farejadores atrás do aparelho de som do carro (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)
Indígena de 21 anos é assassinado com facada no peito em aldeia
Um indígena de 21 anos foi morto no início da noite desta sexta-feira (20) após ser atingido com uma facada no peito, na aldeia Amambai, em Amambai -...
Homem com facão faz três pessoas da mesma família como reféns em casa
Três pessoas foram feitas reféns em uma casa na rua Rio de Janeiro, Centro de Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande -, na manhã des...
UEMS recebe a partir de segunda-feira congresso de pesquisadores negros
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - recebe entre segunda-feira (23) e sáb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions