A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

20/07/2015 12:38

Para pressionar Dilma, greve de servidores paralisa 100% da Justiça

Helio de Freitas, de Dourados
Servidores da Justiça Federal em Dourados; greve paralisa 100% dos serviços hoje e amanhã (Foto: Eliel Oliveira)Servidores da Justiça Federal em Dourados; greve paralisa 100% dos serviços hoje e amanhã (Foto: Eliel Oliveira)

Servidores da Justiça Federal em Dourados, a 233 km de Campo Grande, paralisaram 100% das atividades nesta segunda-feira (20) e mantêm a mobilização amanhã. A medida faz parte da greve nacional da categoria e tem como objetivo pressionar a presidente Dilma Rousseff (PT) a sancionar o projeto de lei aprovado pelo Senado prevendo reajuste salarial de até 78,56%.

Veja Mais
Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários

O prazo para a presidente vetar ou sancionar o projeto termina amanhã, mas o governo federal já sinalizou que o projeto será vetado. O governo afirma não ter dinheiro para conceder o aumento.

Júlio César da Luz Ferreira, do comando local de greve, disse ao Campo Grande News que todos os serviços ficarão parados hoje e amanhã na sede da Justiça Federal em Dourados, na Rua Ponta Porã. Servidores da Justiça do Trabalho e do Ministério Público Federal também aderiram.

“Todos os administrativos e os oficiais aderiram à greve de 100%. Os juízes estão trabalhando, mas são solidários a nosso movimento”, afirmou Ferreira. Segundo ele, apenas casos de extrema urgência serão atendidos. “Se o projeto for sancionado a greve acaba amanhã. Caso contrário, vai continuar, mas a partir de quarta-feira com 30% dos servidores trabalhando”, explicou.

O projeto de lei aprovado pelo Senado altera a tabela de vencimentos das carreiras do Poder Judiciário da União e determina reajuste variando, de acordo com a classe e o padrão do servidor, de 53,00% a 78,56%. Em média, corresponde a 59,49%. O aumento será implementado em seis parcelas sucessivas, entre julho de 2015 e dezembro de 2017.

Além do aumento, o projeto, elaborado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), determina aos órgãos do Poder Judiciário da União a redução, no prazo de um ano, dos gastos com funções de confiança.

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...
Homem tem carro roubado por assaltantes armados na MS- 289
Assaltantes armados renderam o condutor de um veículo modelo Vectra e roubaram o carro por volta das 23h desta sexta-feira (9) na MS-289, em Amambai ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions