A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

05/02/2013 14:37

Pavimentação de rodovia entre Bodoquena e Bonito incentiva turismo na região

Trecho de 69,52 km da MS-178 está pronto para ser inaugurado pelo Governo do Estado

Carlos Martins
Trecho de 69,52 km entre Bonito e Bodoquena será inagurado em fevereiro (Foto: Lucimar Couto)Trecho de 69,52 km entre Bonito e Bodoquena será inagurado em fevereiro (Foto: Lucimar Couto)
Secretário Wilson Tavares mostra no mapa trecho da MS-178 que será inaugurado (Foto: Luciano Muta)Secretário Wilson Tavares mostra no mapa trecho da MS-178 que será inaugurado (Foto: Luciano Muta)

No mês de fevereiro o turismo em Mato Grosso do Sul vai receber mais um impulso com a inauguração de 69,52 quilômetros de asfalto na MS-178 entre Bonito e Bodoquena. Além dos R$ 75,124 milhões investidos nesse trecho, mais duas licitações serão feitas até março para a execução de obras de pavimentação e restauração ligando Bonito ao Rio da Prata e Miranda a Bodoquena pela MS-339. Nestas obras, o investimento previsto é de mais R$ 42, 8 milhões recursos provenientes do Ministério do Turismo (via Caixa Econômica Federal) e BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), com contrapartida do Governo do Estado.

Veja Mais
Com destino a São Paulo, jovem é preso com 60 kg de cocaína
PMA fecha posto de combustível e multa proprietário em R$ 50 mil

Para o secretário de Obras Públicas e Transportes, Wilson Cabral Tavares, o asfalto novo entre Bonito e Bodoquena, além de desenvolver o turismo, irá melhor o transporte, já que o trecho não era pavimentado. “Sem dúvida irá incrementar o turismo, já que entre estas duas cidades existem várias pousadas”, destacou o secretário. O trecho que será inaugurado em fevereiro, em data a ser marcada, está sendo finalizado com obras de sinalização.

Juliana Pegolo: processos administrativos para licitação de novos trechos estão sendo concluídos (Foto: Luciano Muta)Juliana Pegolo: processos administrativos para licitação de novos trechos estão sendo concluídos (Foto: Luciano Muta)

Mais conforto - Uma das obras a ser licitada tem um trecho total de 17,041 quilômetros de extensão e liga o Aeroporto de Bonito na MS-178 ao Rio da Prata. O custo estimado do serviço é de R$ 19.313.486.44 (contrapartida do Estado de 10% do valor) com recursos provenientes do Ministério do turismo. O prazo para a conclusão é de 18 meses. “É uma obra que irá reduzir o custo do transporte e irá melhorar a trafegabilidade, segurança e conforto dos usuários”, disse o secretário Wilson Tavares.

Até março também será licitada a restauração de um trecho de 59,84 quilômetros da pavimentação asfáltica da MS-339 entre Miranda (entroncamento com a BR-262) a Bodoquena (entroncamento com a MS-178). O custo estimado da restauração é de R$ 23.513.491,85 com recursos do BNDES.

Estas obras estão previstas para estarem concluídas em 270 dias e incluem serviços de limpeza de dispositivos de drenagem, roçada e limpeza da faixa de domínio, sinalização e dispositivos de segurança. Será ainda recuperado 1,58 km do acesso a Bodoquena pela intersecção com a MS-178.

Acesso a Porto Murtinho - De acordo com a assessora da Gerência de Obras Viárias Juliana Pegolo, no momento estão sendo finalizados os processos administrativos para as licitações destas obras que devem ocorrer em março. Com a conclusão destas obras, as regiões de Miranda, Bodoquena e Bonito estarão interligados por asfalto pela BR-267 até Porto Murtinho, cidade às margens do Rio Paraguai (faz divisa com o Paraguai) e que é bastante procurada pelos amantes da pesca.

Homem é esfaqueado e encontrado morto em frente de casa
Almir Caetano Lima, 39, foi encontrado morto com sinais de esfaqueamento na barriga, às 7h deste sábado (3) no bairro Cascatinha II em Sidrolândia, d...
Sobrinho mata tio com facada no coração e se entrega para polícia
Elpídio Corrêa Mendes, 39, foi morto esfaqueado pelo sobrinho, Tiago Corrêa Mendes, 20, na manhã deste sábado (3) em Naviraí, distante 366 km de Camp...



EU MOREI EM BODOQUENA TINHA UMA EMPRESA DE MONTAGENS ELETRICA PARTICIPEI DA MONTAGENS DA FABRICA DE CIMENTO DA CAMARGO CORRÊA S/A DE 1991 A 1999 CONSTRUI UMA CASA AI NA RUA ASEMBLÉIA DE DEUS POR MIM EU TINHA FICADO AÍ MAIS O MEU FILHO IA ENTRAR NA FACULDADE AI EU TIVE QUE VOLTAR PARA O RIO GANDE DO SUL. MAIS GOSTEI MUITO DA REGIÃO E DESSE POVO MARAVILHOSO SÓ DEIXEI AMIGOS .QUERO APROVEITAR PARA MANDAR UM ABRAÇO PARA O DR JUN,. DR RAMÃO ,SR ERPIDIO ´SR GERALDO DA SERRARIA ,SR JOÃO SENA , MARCOS SENA ,SR ODILONZINHO DO BAR ,E PRA DONA LUZIA QUE EU VENDI MINHA CASA .
 
ZELINDO MOREIRA BOEIRA em 26/08/2013 09:42:04
comcordo ja perdemos de muitas empresas se instalarem aqui por causa do ICMS de 17%que é esorbitante , pelo outro lado o asfalto ja é um grande passo , uma redequação nos preços e tudo fica melhor para todos, agora ca pra nós eu não troco as belesas do meu pais por nenhuma principalmente dos argentinos arrogantes e os europeus prepontes que me desculpe.
 
jose alves em 06/02/2013 08:26:12
A REGIÃO DA SERRA DA BODOQUENA SÓ TEM A AGRADECER PELO OSFALTO PRONTO ENTRE,BONITO E BODOQUENA LIGANDO A MIRANDA E AO PANTANAL. QUANTOS AOS VALORES COBRADOS TEMOS QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO OS AQUIPAMENTOS UTILIZADOS NOS PASSEIOS TRANSPORTES REFEIÇÕES E OS SERVIÇOS DOS GUIAS DE TURISMO,GUANDO FAZEMOS COMPARAÇÕES COM OUTROS PAÍS O VALOR MENSIONADO É SÓ PARA CHEGAR ATÉ O HOTEL AI ENTRA UMA PALAVRA QUE POUCA GENTE CONHECE. OPCIONAL AI COMEÇAMOS A COLOCAR A MÃO NO BOLSO.TRANSPORTE, PASSEIOS, REFEIÇÕES, GUIAS, INGRESSO PARA OS PASSEIOS E LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA ESQUIAR OU MERGULHAR, HA AINDA DAMOS UMA BOAS GOJETAS LA FORA, O BRASILEIROS PODERIA CRIAR ESTE HABITO AQUI NO BRASIL TAMBÉM DAR PELO AO MENOS A OS GUIAS DE TURISMOS .
 
HERCULANO BENITES em 05/02/2013 20:36:35
o que adianta tanto investimento, passear em bonito e enviavel, pois tudo e muito caro, ex, uma coca lata custa cinco reais, e mais barato ir ao nordeste ou exterior
 
wanderley alves de souza em 05/02/2013 20:22:58
Somente obra de estrada não adianta nada, os hoteis, restaurantes e todos os comércios desta região cobram valores que não condizem com a estrutura, poder aquisitivo da população do estado e nem com a concorrência de outros pontos turisticos. Temos estações de esqui no Chile e Argentina, Praias no Uruguai, Miami, Paris, etc... que são bem mais em conta o gasto que em nosso território. O brasileiro tem mania de cobrar caro por algo podemos pagar metade do preço em outros Países que hoje é de facíl acesso com passagens baratas. O Brasil tem de mudar!
 
Alexandre de Souza em 05/02/2013 18:24:40
Parabéns ao PRODETUR/MS - Programa de Desenvolvimento do Turismo no Mato Grosso do Sul, que viabilizou todo o recurso para a MS 178 no estado.
 
Ana Beatriz Paiva em 05/02/2013 15:38:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions