A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/06/2012 10:49

Menina de 15 anos e namorado de 30 mataram pecuarista em Água Clara, diz Polícia

Francisco Júnior
Pecuarista foi morto na quarta-feira. Pecuarista foi morto na quarta-feira.

Uma adolescente de 15 anos e namorado dela de 30 anos são acusados de matarem o pecuarista Paulo Bentivoglio de 70 anos, em Água Clara, na noite de terça-feira (19). A Polícia chegou até os dois na noite de ontem.

Veja Mais
Pecuarista é encontrado morto e com parte do corpo carbonizado em Água Clara
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

Ivan da Silva Donega está preso na delegacia da cidade e a adolescente já foi encaminhada para Unei (Unidade Educacional de Internação) Estrela da Manhã, em Campo Grande.

Conforme a Polícia, o crime foi planejado pela adolescente. Ela havia furtado uma lâmina de cheque da casa do pecuarista e ele, após descobrir o furto, ameaçou denunciá-la.

De acordo com informações apuradas pelo Campo Grande News, a garota tinha um relacionamento com o pecuarista.

Na noite de quarta-feira, ela esteve na casa da vítima e chamou o namorado para ir até o local. Em depoimento, a garota relatou que a intenção dos dois era apenas dar um susto no pecuarista.

Porém, o casal acabou matando a vítima com nove facadas. Segundo a Polícia, a adolescente também esfaqueou Paulo Bentivoglio.

Com intuito de apagar vestígios do crime, a garota e o namorado ainda atearam fogo no quarto. Partes do corpo da vítima foram carbonizadas.

A casa da vítima só não foi incendiada porque um amigo do pecuarista passava pelo local, entrou e conseguiu apagar as chamas. Ele encontrou Paulo de joelho e com o tórax sobre a cama.

A Polícia chegou até o casal depois de descobrir que a mãe da vítima descontou um cheque no nome do pecuarista.

Os policiais que acompanharam a ocorrência se surpreenderam com a frieza da jovem ao relatar os detalhes do crime.

A vítima morava sozinha no imóvel. A família dela mora em Andradina, em São Paulo.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação
A Justiça Federal bloqueou R$ 1.743.189,84 em bens de Edvaldo Alves de Queiroz, o Tupete, ex-prefeito de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grand...



E ai nossa justiça, e agora iram mandar a frágil adolescente para a UNEI e depois a soltam porque é muito criança, e que tem muito que aprender ainda (matar sem deixar vestigios, roubar a mão armada, e por ai vai), coitadinha é tão inocente. Até quando estes bandos de ipócritas iram aceitar este tipo de violência sem tomar as devidas providências reais. (CADEIA NELES).
 
francisco carlos em 21/06/2012 11:05:57
É claro que apenas isso não resolverá a situação, já que na prisão onde deveria ser feito uma ressocialização desse indivíduo ocorre normalmente o contrário, isso devido às condições das cadeias serem calamitosas, o preso sai pior do que entrou, o que devemos é cuidar de nossas crianças para que elas tenham consciência de suas atitudes, disponibilizando mais tempo à elas do que é feito atualmente!
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 21/06/2012 01:42:20
Por esse e por outros motivos, penso que algo deve ser feito quanto a "maioridade penal", já que nos dias de hoje existem muitas "crianças" de 15 e 16 anos que tem atitudes que nem os adultos teriam coragem de fazer!
Onde aproveitam de sua condição de semi-imputabilidade para assumirem a culpa dos maiores ou ainda para eles mesmos cometerem os delitos.
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 21/06/2012 01:28:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions