A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

07/02/2015 11:39

Período de chuvas adia Dia D contra a dengue para 6ª feira em Ponta Porã

Aline dos Santos
Mobilização contra dengue foi adiada em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)Mobilização contra dengue foi adiada em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)

Realizado hoje em todo o País, o Dia D de combate à dengue e chikungunya foi adiado em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Segundo o coordenador do setor de vetores da secretaria municipal de Saúde, Edilson Melgarejo, a mobilização foi transferida para a próxima sexta-feira, dia 13. O adiamento foi em virtude do período de chuvas.

“O trabalho que desenvolvemos é constante e isso demonstra a preocupação que temos com a prevenção de doenças”, afirma. Em janeiro deste ano, foi notificado somente um caso de dengue na cidade, que fica na fronteira com o Paraguai.

De acordo com a SES (Secretaria Estadual de Saúde), o mês de janeiro registrou aumento de 48% nos casos de dengue. Foram 1.642 neste ano contra 1.104 em 2014. Em 2013, quando foi registrada epidemia, o mês de janeiro contabilizou 23 mil casos.

Alerta - A dengue e chikungunya são transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. Portanto, a prevenção é a mesma: descartar objetos não utilizados que estiverem expostos às chuvas e podem acumular (água, pneus, latas, garrafas, baldes); tampar os tonéis e depósitos de água; colocar terra/areia nos vasinhos de plantas ou lugares que acumulem água; colocar o lixo em sacos plásticos; e trocar a água das plantas a cada três dias. 

A chikungunya se caracteriza por dores intensas nas articulações, que podem durar de meses a três anos.

Prefeitura perde na Justiça e terá que pagar retroativos a professores
Em decisão tomada por unanimidade pelos desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a prefeitura de Ivin...
Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...
Falso médico é acusado de matar paciente em hospital do interior
O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou à Justiça e pediu a prisão do falso médico Marx Honorato Ortiz. Ele teria atuado no Hospital Municipal ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions