A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

19/01/2015 15:32

Petrobras diz que não pode pagar fornecedores, mas está negociando

Priscilla Peres
Obras foram paradas com 82% concluídas. (Foto: Perfil News)Obras foram paradas com 82% concluídas. (Foto: Perfil News)

A Petrobras informou hoje, por meio de nota, que não pode efetuar o pagamento de fornecedores com os quais não tem vinculação de contrato direto. Empresários de Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande, afirmam que o Consórcio UFN 3 deixou dívidas de R$ 20 milhões.

Veja Mais
Reunião sobre dívidas da UFN3 com fornecedores não foi confirmada
Petrobras promete reunião sobre dívidas da UFN3 com fornecedores no dia 13

Em dezembro, a Petrobras rescindiu contrato com consórcio responsável pela construção da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados) devido ao descumprimento de critérios pré-estabelecidos. A Justiça do Trabalho interviu, bloqueou bens das empresas e conseguiu fazer o pagamento de salários e acertos de mais de 1,5 mil trabalhadores da obra.

Porém, a dívida com fornecedores continua e muitos dizem que correm o risco de falência. A Petrobras informou que, por meio de parceria com a Prefeitura e a Associação Comercial e Industrial, está conduzindo negociações diretamente com a Sinopec (integrante do Consórcio) para que sejam pagas as dívidas com empresários de Três Lagoas.

A UFN 3 tinha previsão inicial de ser concluída ainda em 2014, a data mudou para o primeiro semestre de 2015, mas a obra está parada com 82% concluídos. A Petrobras informou que já está refazendo o cronograma do projeto, com o objetivo de garantir a conclusão do empreendimento no menor prazo possível.

Protesto - Hoje, empresários fecharam a BR-262, próximo a barragem de Jupiá, para protestar contra o não pagamento da dívida. A manifestação começou às 5h e se estendeu até por volta de meio-dia.

O protesto causou congestionamento de cerca de seis quilômetros em ambos os lados (SP e MS) e os empresários terminaram o protesto com uma reunião marcada para às 17 horas, na Associação Comercial e Industrial, para averiguar a possibilidade de outro protesto, com paralisação de tráfego de veículos, em outro trecho de rodovia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions