A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

18/06/2011 19:06

PF apreende cigarros e pneus contrabandeados em Navirai

Ítalo Milhomem

Na manhã deste sábado (18), policiais federais apreenderam cigarros e pneus na balsa que faz a travessia no Porto Caiuá, no rio Paraná no município Naviraí, a 366 quilômetros de Campo Grande.

O primeiro caso foi registrado, quando foi abordado um caminhão Mercedes Benz/LS branco, com placas de Umuarama (PR). Foram encontrados uma grande quantidade de pacotes de cigarros escondidos embaixo de uma lona.

Até o final da tarde, a contagem do material apreendido não tinha acabado, O motorista, morador, da cidade Alto Paraíso (PR) foi preso em flagrante por contrabando.

A outra apreensão, ocorreu em um Kadett vermelho, com placas de Alto Paraíso (PR) também na balsa que faz travessia no rio Paraná.O motorista e o passageiro levavam 19 pneus e pequena quantidade de cigarros de origem estrangeira.

O motorista e o passageiro do veículo foram conduzidos à delegacia de Polícia Federal, prestaram os depoimentos e foram liberados por conta do baixo valor das mercadorias apreendidas, que foram encaminhadas para Receita Federal.

Indígena de 21 anos é assassinado com facada no peito em aldeia
Um indígena de 21 anos foi morto no início da noite desta sexta-feira (20) após ser atingido com uma facada no peito, na aldeia Amambai, em Amambai -...
Homem com facão faz três pessoas da mesma família como reféns em casa
Três pessoas foram feitas reféns em uma casa na rua Rio de Janeiro, Centro de Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande -, na manhã des...
UEMS recebe a partir de segunda-feira congresso de pesquisadores negros
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - recebe entre segunda-feira (23) e sáb...



Atenção, Polícia Federal: Porto Caiuá é atualmente conhecido como "porto maconha", "porto fumo", etc. O sujeito mais atuante da região é um tal "Bugão", que mora no Paraná, que diz para quem quiser ouvir, que ele passa o que quiser e a hora que quiser no dito porto, e quer ver "aparecer homem para impedi-lo de fazer isso", além de se gabar que "empurra 'dois mil quilos por semana'". Ele corrompe, e quando não consegue, aterroriza e ameaça de morte a todos na região. Outra coisa: a balsa funciona fora dos horários autorizados.
 
Adriano Roberto dos Santos em 19/06/2011 08:48:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions