A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

09/05/2011 10:24

PF nega envolvimento de agente que matou PM com o tráfico de drogas

Ítalo Milhomem

Em nota oficial na manbã desta segunda-feira, a Polícia Federal de Dourados negou a princípio, o envolvimento do agente Leonardo de Lima Pacheco com o tráfico de drogas.

O servidor federal foi preso na noite de ontem (8), após um tiroteio que matou o policial militar Sandro Alvares Morel, 33 de anos, e feriu outro PM, José Pereira de Souza, 29 anos, em Dourados, ambos do serviço reservado da Polícia Militar.

Segundo a guarda municipal do município, Zilda Ramires, Leonardo teria feito proposta - via internet, para trocar sexo por droga. A mulher levou os PMs até o apartamento de Leonardo, no domingo. Quando Sandro se identificou como PM, começou a troca de tiros.

Ainda com informações da nota, a PF afirma que acompanhará o caso, mas estranha a ação da Guarda Municipal e do serviço de inteligência da Polícia Militar na investigação, já que não é de competência deles investigarem ações de tráfico de drogas.

O agente Pacheco será investigado por meio de processo administrativo para apurar se houve alguma transgressão disciplinar no exercício de sua função. Porém a PF ressalta que até o presente não há qualquer registro que desabone sua conduta do policial federal.

Leonardo foi incorporado à Polícia Federal em 2008, ele é casado e tem um filho.




AMIGO.....SE VOCÊ É POLICIAL E OLHA NO OLHO MAGICO DE SUA CASA E VÊ UMA MULHER NA PORTA...SABENDO QUE ELA ERA DE PROGRAMA, EE SABE QUE MAIORIA DESTAS VIVEM NO SUB MUN DO DO CRIME.....QUAN DO ABRE SE DEPARA COM MAIS DOIS HOMENS COM ARMA EM PUNHO.....LÓGICO QUE VOCÊ EXERCITARÁ A "LEGITIMA DEFESA PUTATIVA" POIS, SABE LÁ QUANTAS BRONCAS VOCÊ TEM , PELO FATO DE SER POLICIAL, INERENTE A SUA PROFISSÃO?????
LÓGICO QUE EU ESTILINGARIA O DEDO NA PT.........SEM DÓ, DEPOIS PERGUNTARIA O QUE ELES QUERIAM.....NESTE FATO USO AS PALAVRAS DE ALGUNS MELIANTES........"ANTES A MÃE DELE CHORAR DO QUE A MINHA..."
 
GILMAR CANDIDO em 10/05/2011 05:50:37
É claro que deve ser muito bem apurado esse fato, que, num primeiro momento, parece-nos mais um caso de "relacionamentos" escusos via internet, relacionamentos esses que vira e mexe desbancam pessoas que aparentam estar acima de qualquer suspeita e derrepente nos surpreendem com situações escabrosas...como são os casos de pedofilia e exploração sexual que revelam autoridades e pessoas de condutas "ilibadas" fazendo coisas horríveis...
Por outro lado, a PF deve mesmo apurar com rigor e se constatar que seu servidor é culpado, deverá demití-lo a bem do serviço público e parar com essa "estória" de que investigação de tráfico de droga não é de competência de A,B ou C...pois o tráfico doméstico não é, e, nunca foi prioridade da PF; mas é esse tráfico que assola nossas famílias no dia-a-dia...então que a PF continue fazendo seu serviço importante de prender os "barões do tráfico" e as outras forças que continuem estourando as bocas de fumo de nossas vizinhanças e vamos parar de achar que combate ao crime é exclusividade de uma ou de outra instituição, até porque nenhuma delas tem condições de sozinha servir a sociedade a contento no combate ao crime...preocupe-se PF em esclarecer os fatos realmente e não em ficar querendo desviar o foco...se o agente estiver errado, parabéns a guarda municipal e a PM que desmascararam esse servidor que não soube honrar seu juramento de policial federal e caso seja inocente esse agente, que a GM e a PM arquem com a responsabilidade...
 
laercio souza em 09/05/2011 12:57:40
Que serviço mal feito.
Se cada um ficasse "no seu quadrado", nada disso teria acontecido.
Guarda Municipal e Policia Militar querendo investigar, dá nisso.
Infelizmente um PM morreu e felizmente o outro não.
Será que vão apurar o fato de estarem em desvio de função?
 
Andre Messias Ribeiro em 09/05/2011 11:10:28
Vou aquí apenas fazer uma pergunta a todos: - Quantos pais julgam seus filhos "inocentes, anjinhos, incapazes de fazer algo que possa prejudicar alguém, algo que possa ferir os príncipios morais do ser humano. Quantos pais não sabem que seus filhos se prostituem, que são usuários de drogas... Quantos???" Então é por isso que tem que haver uma investigação, e pesada. É fácil dizer eu não faço isso ou aquilo, isso é fácil, mais através dos indícios na inavestigação é que chegaremos ao resultado "sério e concreto".
 
Ed Dourado em 09/05/2011 10:53:18
lendo agora esta reportagem,tive como obrigação enviar outro comentário.Sem falar nas competências de quem investiga oquê,esse policial que se auto entitulo de traficante tem de ser bem investigado,pois se o policial que foi morto se identificou como policial o policial federal deveria se identificar e esclareçer o ocorrido e não sair dando tiro.tá tudo errado essa estória
 
elias alonso da silva em 09/05/2011 05:15:14
ÉMUITO ESTRANHO SE O PF NÃO TINHA NADA COM TRAFICO,PORQUE RESPONDEU UMA ORDEM DE PRISÃO COM TIROS......
POR SUA VEZ,PORQUE A GM NÃO INVESTIGOU ANTES DE TOMAR ATITUDES PRECIPITADAS....

NOSSA QUE SEQUÊNCIA DE ERROS...ESSA É A POLICIA DO ESTADO!
 
valdemary batista em 09/05/2011 03:01:25
Se há uma denúncia de posse de entorpecente, trata-se de flagrante e sendo flagrante, qualquer um do povo pode e a polícia deve tomar as providências. Não havendo irregularidades na ação da PM. Já a GM fez o que qualquer cidadão deve fazer, denunciar os crimes, só que este, tem como autor um `homem da lei`.
Causa estranheza a PF sempre tampar os erros de seus integrantes. Mas quando se trata de outros órgãos quer sempre pisar e divulgar amplamente.
Visto que era polícia, o agente deveria tomar atitude de cidadão de bem e não de bandido.
Esperamos seriedade dos órgãos, principalmente da PF que se julga o órgão mais honesto e sério do Brasil.
 
Luiz Carlos Bravo em 09/05/2011 02:07:38
Policial Federal atingido em tiroteio em Dourados é identificado
O policial federal, Leonardo Pacheco, foi baleado na tarde deste domingo (8), no apartamento 31, do residencial Indaiá, no jardim Flórida I em Dourad...
Policial militar morre em tiroteiro e outros dois ficam feridos em Dourados
O policial militar do Serviço Reservado (P2), da Polícia Militar de Dourados, Sandro Alvares Morel foi assassinado a tiros no Jardim Flórida I na tar...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions