A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

12/04/2013 21:54

PM é morto com golpes de flecha e facão em conflito com indígenas

Francisco Júnior

O cabo aposentado da Polícia Militar, Arnaldo Alves Ferreira, de 68 anos, foi assassinado durante confronto com indígenas ocorrido em Douradina, no início da noite desta sexta-feira.

Veja Mais
Segunda fase do Enem acontece amanhã e domingo; 488 pessoas participam em MS
STF investiga contas de Geraldo e quer depoimento até de ex-prefeito morto

De acordo com o site Dourados Agora, a vítima possuía um sítio localizado na divisa com uma aldeia do município.

Segundo informações do delegado regional Antonio Carlos Videira, por motivos que ainda estão sendo investigados, houve confusão na propriedade e o PM agrediu um indígena com coronhadas. Outros membros da aldeia revidaram com golpes de flecha e facão, ferindo o aposentado com gravidade.

Ainda conforme o site, os dois foram socorridos e encaminhados ao Hospital da Vida, em Dourados, mas Ferreira acabou morrendo antes mesmo de receber atendimento. O indígena João da Silva, 51 anos, também ficou ferido e  foi levado para o hospital.

O clima na região está tenso e por isso, Videira determinou que os delegados Adilson Spiguivitz e Marcelo Batistela tomassem providências juntamente com o Serviço de Investigações Gerais da Polícia Civil. As autoridades se deslocaram para a zona de conflito a fim de apurar o envolvimento de outras pessoas no crime. Por conta do risco de novos ataques, a PM está em alerta.




agóra vamos ver como a justiça vai se posicionar, quando o fazendeiro matou o indígena e ainda confessou, a justiça não o condenou, agora que foi o contrário vamos aguardar no que vai dar.
 
elcio terena em 13/04/2013 19:07:00
todos indios ou nao tem que parar com a violencia ate mesmo os pms pois sao muito os casos de agressao por parte de quem deveria dar exemplo c vc for agredido com coronhadas por alguem que deveria estar desarmado como sera que reagiriao teus parentes e amigos?
 
ELIAS DOMINGOS em 13/04/2013 12:46:21
acho que quem vive no BRASIL tem q ser tratado de forma igual todos tem a mesma informaçao entao tem q ter o mesmo direito inclusive na hora de ser julgado tem de respeitar todo e qualquer integrante legal de seguraça publica seja ela civil militar ou federal tem q acabar com essa q indigena e uma questao federal entao seja mantido fora do convivio c as raças

 
pedro aragao em 13/04/2013 10:58:21
Na minha opinião Indios são pessoas de dificil compreenção pois os mesmos vivem no mundo deles, e nao querem aceitar a realidade daqui de fora. Esse caso deve ser estudado com mais calma pelas autoridades envolvidas. Os índios dessa região de Dourados sao muito agressivos pois eu sempre vejo nos noticiarios alguma anomalia nessas aldeias próximas a Dourados. Já os das aldeias proximas a Miranda sao mais calmos.
 
Rogerio Soares em 13/04/2013 07:54:26
Aconteceu de novo,só tomar cuidado com o corporativismo,senão o caso pode-se tornar maior do que é !
 
samuel gomes-campo grande em 12/04/2013 23:51:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions