A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

26/07/2011 20:09

PMA multa proprietário em R$ 23 mil por poluição, desmatamento e exploração

Paula Maciulevicius

Polícia encontra até carcaça de animal a céu aberto

Parte das árvores nativas arrancadas com trator. (Foto: Divulgação)Parte das árvores nativas arrancadas com trator. (Foto: Divulgação)
Polícia encontrou carcaça que pode contaminar curso de água da propriedade. (Foto: Divulgação)Polícia encontrou carcaça que pode contaminar curso de água da propriedade. (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Cassilândia multou o proprietário da Fazenda Soledade, zona rural do município, em R$ 23,3 mil por poluição, desmatamento e exploração de reserva legal.

Na propriedade, policiais verificaram que árvores foram arrancadas com trator, lâmina e correntão.

A fazenda apresentava árvores de grande porte e arbustos de espécies típicas do cerrado e com circunferências muito acima do tolerado pela legislação como limpeza de pastagem.

A Polícia mediu a área desmatada que totalizou 10,3 hectares e apreendeu ainda uma carreta de trator com seis troncos de árvores nativas. A área de Reserva Legal foi medida somando 1,4 hectares.

Durante a vistoria em outro ponto da propriedade, próximo a um córrego, onde funciona uma turbina de água, havia várias embalagens de defensivos agrícolas, todos depositados a céu aberto e várias carcaças de animais domésticos também visíveis, contaminando o curso d’água.

Pelo crime ambiental de poluição cometido, o responsável pela fazenda pode ser penalizado com pena de reclusão de 1 a 5 anos. Pela extração ilegal da madeira e desmatamento pode pegar até 2 anos de detenção.




Depois dizem que os fazendeiros não prejudicam a natureza...
 
ricardo griao em 26/07/2011 10:14:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions