A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

09/06/2011 15:34

PMA multa três proprietários rurais em R$255 mil por erosões em fazendas

Ana Paula Carvalho

Na tarde dessa quarta-feira (08) policiais militares ambientais de Bataguassu, durante fiscalização na região de Santa Rita do Pardo, município distante 266 quilómetros de Campo Grande, autuaram três proprietários rurais por erosões que causavam assoreamento de córregos e degradação de Áreas de Preservação Permanente.

Segundo a PMA, o proprietário da Fazenda Estrelada foi autuado administrativamente e multado em R$ 65 mil. Já a dona da Fazenda Estância Patrícia recebeu multa de R$ 90 mil e, o proprietário da Fazenda Imperial terá que pagar multa de R$ 100 mil. Ao todo, os três fazendeiros foram multados em R$ 255 mil.

As erosões e as voçorocas afetam áreas de nascentes e transportam areia e outros sedimentos direto para o leito de cursos d’água das propriedades, o que causa o assoreamento. Ainda de acordo com a polícia, os processos erosivos surgiram em razão da falta de conservação do solo, que é obrigatória pela legislação nas intervenções feitas para a produção em propriedades rurais.

Os proprietários também têm que apresentar projetos de recuperação de área degradada (PRAD) junto aos órgãos ambientais, no prazo máximo de 30 dias.

Erosão na Fazenda Santa patrícia na região de Santa Rita do Pardo causou assoreamento de córrego. (Foto: Divulgação)Erosão na Fazenda Santa patrícia na região de Santa Rita do Pardo causou assoreamento de córrego. (Foto: Divulgação)
Erosão na Fazenda Estrelada surgiu por falat de conservação do solo.Erosão na Fazenda Estrelada surgiu por falat de conservação do solo.
Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento
A esposa de um detento de Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande, foi presa na tarde de ontem (7) tentando entregar um pão recheado com maconha p...



Seria mais interessante e coerente que os proprietários fossem orientados/notificados a apresentarem um projeto de recuperação da área dentro de um prazo determinado e caso isso não acontecesse, ai sim, multa e obrigação de recuperação, e claro, o valor da multa revertido em ações benéficas ao ambiente.
Vale lembrar que conscientizar e orientar é o melhor caminho para solução ambiental.
 
Hilária Biscola em 10/06/2011 08:30:50
Uma vez antigo o processo erosivo, por que até hoje nada foi feito, no sentido de recuperar a área? E, mais, embora ocorram casos de um novo propretário adquirir a propriedade e a mesma já apresentar situações com a da reportagem, é o novo propretário que assume a responsabilidade, já que ele está adquirindo a propriedade tendo consciência de que lá possui um passivo ambiental.
 
Rubens B. Filho em 10/06/2011 07:35:03
Poderiam também multar a Prefeitura de Campo Grande, que não toma providência em relação a erosão no Parque Soter,,que já foi até matéria de tv. Então PMA, multe o Nelsinho também, ou ele é melhor que os outros ?
 
lopes lima em 09/06/2011 11:11:16
Duvido da PMA vistoriar fazenda de algum politico de peso, pra multar quem não tem influenca politica é na hora, pena que essa é a nossa realidade e não mudará nunca.
 
NEWTON BARROS em 09/06/2011 07:24:34
Infelizmente sem doer no bolso, ninguem se preocupa com a causa ambiental! Esse dinheiro todo poderia ser investido na recuperação destas áreas.
 
Paulo Cezar Azambuja em 09/06/2011 05:05:51
Em se trantando de uma situação que não é de agora , como se percebe nas ilustustrações , os proprietarios deveria serem advertidos e concedido a os penalizados um prazo para a regularização, Pois agora vamos pagar a multa e depois vamos pagar pela recuperação , sria este o caminho? vai la entender !!!!!
 
JOSE EDINEIS PARDIM em 09/06/2011 04:48:48
Bom eu não acho certo esse tipo de multa porque muitas dessas erosões são bem antigas e como podemos ver nas fotos são em áreas que só existem pastagem. a PMA poderia orientar os proprietários dessas fazendas a plantar arvores em volta das erosões e não multa-los. na nossa fazenda existe uma dessa, mais faz muitos anos já e não cresce mais porque plantamos arvores ao redor, e quando compramos em 1996 já existia a erosão.
 
Jose Leonardo em 09/06/2011 04:18:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions