A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

01/06/2011 19:10

PMA prende dois caçadores em Figueirão

Ana Paula Carvalho

Policiais Militares Ambientais, município que fica a 305 quilómetros de Campo Grande, prenderam na manhã desta quarta-feira (01) dois caçadores em uma propriedade que fica entre Figueirão e Costa Rica.

Os policiais receberam denúncias de que Antônio Xavier de Souza, conhecido como Tonho era caçador. Na Chácara Pontal, de propriedade do acusado, eles encontraram 18 pacotes de carne de animal silvestre da espécie “anta” em um freezer.

Na casa, os policiais encontraram uma espingarda calibre 22 e 50 munições do mesmo calibre que eram utilizadas na caça.

Tonho relatou a policia que abateu os animais junto de Bento Silvestre de Castro, residente do sítio Jaraguá. Com ele, os policiais apreenderam mais cinco pacotes de carne de animal silvestre, uma espingarda calibre 32 com três cartuchos, uma espingarda calibre 22.

Com os dois ainda foram apreendidas espoletas, balotes para cartuchos, 01 carregador de munição de madeira e um baleiro de couro. Toda a carne pertencia a um único animal.

Os caçadores foram autuados em flagrante pelo crime ambiental e levados à delegacia de Polícia Civil de Costa Rica. O animal está na lista de espécie em extinção.

Se condenados, poderão pegar pena de 06 meses a 01 ano e meio de detenção. Cada um recebeu multa administrativa de R$ 5.000,00 pelo abate do animal.

Carne de anta foi apreendida com caçadores. (Foto: Divulgação)Carne de anta foi apreendida com caçadores. (Foto: Divulgação)
Espingardas eram utilizadas para caçar animais silvestres. (Foto: divulgação)Espingardas eram utilizadas para caçar animais silvestres. (Foto: divulgação)
Homem é preso transportando de carro roubado em guincho para despistar polícia
Para despistar a polícia, um homem, de 30 anos, contratou um guincho para transportar um veículo Mitsubishi ASX, roubado em Canoas (RS), mas acabou p...
Médico abandona plantão e pacientes ficam sem atendimento em hospital
O médico Carlos José da Costa Duran, 41 anos, foi denunciado à polícia, por desvio de função na manhã deste sábado (03). Ele não compareceu ao plantã...



bem lembrado... a vaca matadora de onça vai ficar impune, e esse, como não são fazendeiros, podem até ser presos...
 
ricardo griao em 02/06/2011 10:24:34
Engraçado eles foram autoados, teram que pagar multa, enfim pelo que eu entendi mataram para comer, e a Dona Beatriz Rondom, o que aconteceu. Nada e não vai acontecer nada, pois temos politicos corruptos, ministerio publico corrupto, ela deve estar rindo de nos que amamos o meio ambiente e que ficamos muito chocados com a quelas cenas de matança de animais.
 
Ismael thomazelli Junior em 01/06/2011 07:33:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions