A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/08/2013 07:24

Pneu estoura, carro capota e motorista de 36 anos morre na BR-262

Aliny Mary Dias
Motorista ficou preso às ferragens e morreu na hora (Foto: Antonio Munhoz/Água Clara MS)Motorista ficou preso às ferragens e morreu na hora (Foto: Antonio Munhoz/Água Clara MS)

Uma capotagem terminou com a morte do motorista de 36 anos na tarde de ontem (19) na BR-262, em Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Após deslizamento e risco a usuários, MS-295 é totalmente interditada
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação

Conforme informações do site Água Clara MS, Angelo Minholi ficou preso às ferragens do Gol que conduzia e morreu na hora.

Informações de testemunhas dão conta que um pneu estourado seria a causa do acidente. Após tentar ir até o acostamento, Angelo perdeu o controle da direção do veículo e capotou. Segundo a PRF (Polícia rodoviária Federal), há desnível no trecho da pista.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para auxiliar na retirada do corpo das ferragens. O motorista conduzia o carro com placas de Maringá (PR) e trabalhava em uma empresa de telecomunicações com filiais em várias cidades do país e do mundo.




Até quando teremos tantos acidentes devido ao desnível entre a pista e o acostamento, eu mesmo já quase capotei ao ser obrigado a ir pro acostamento graças a um camioneiro (oh, raça!), se ambos estiverem no mesmo nível muitos acidentes poderão ser evitados.
 
Kaio Gleizer em 20/08/2013 14:41:44
É com muito pesar que recebemos esta notícia triste, além deste Amigo que perdemos, houve outros nesta mesma Rodovia.
Até quando vamos suportar receber notícias desta natureza sem uma ação Governamental.
Quantas Famílias será estraçalhada para que tenhamos uma providência destes nossos Governantes.
Deixo meu pesar a Família e parentes que neste momento está aguardando para velar o Filho que se foi.
 
José Isnaldo em 20/08/2013 14:19:41
Uma vergonha federal fazer um órgão inútil como o DNIT responsável criminal pelos acidentes neste trecho da estrada de via única para o inferno, em menos de 45 dias aconteceram mais de 23 acidentes com mortes neste trecho de acordo com ocorrências policiais, sem acostamento, tráfego de caminhões com excesso de carga, sem balança, sem fiscalização de velocidade, animais soltos na pista, boiada no acostamento e tráfego de maquinário agrícola. As empresas de ônibus estaduais não respeitam a legislação e trafegam com excesso de passageiros em pé ou sentados nos corredores e não são fiscalizadas principalmente á noite, as vans transportam mercadorias e passageiros excedem os limites de peso e velocidade. Os órgãos reguladores estaduais não tem poder de fiscalizar pois o trecho é federal. Morte.
 
Carlos Catalani em 20/08/2013 09:21:20
é triste para todos quase um ano de trabalho pagando os impostos altissimos e morrer na rodovia nenhuma familia merece que Deus possa comfortar está familia uma fatalidade carro é uma arma tudo pode acontecer
 
paulo macia em 20/08/2013 08:15:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions