A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017

24/10/2011 22:20

Polícia aperta o cerco contra a criminalidade em Selvíria

Paulo Fernandes

Polícias prendem 5 e recuperam veículo em quatro dias

Polícias prenderam Anderson e Juliano (na parte de cima), Mauro, Reginaldo e Rodrigo (Foto: Divulgação / Polícias Civil e Militar)  Polícias prenderam Anderson e Juliano (na parte de cima), Mauro, Reginaldo e Rodrigo (Foto: Divulgação / Polícias Civil e Militar)

Em quatro dias, as polícias civil e militar prenderam cinco pessoas em Selvíria, recuperaram um veículo furtado e apreenderam maconha e cocaína. Prisões e apreensões são resultado da “Operação Candango”, com o objetivo de impedir o aumento dos índices de criminalidade no município.

A preocupação da polícia é com a vinda de trabalhadores para a cidade que tem menos de 5.000 habitantes. Localizada na região do Bolsão (divisa com São Paulo), Selvíria é uma das mais industrializadas do Estado e deve receber 1.000 pessoas para trabalhar no setor. Um alojamento para 700 funcionários já foi construído no município.

A operação teve início no dia 19 de outubro, quando Mauro Sérgio Braga, de 36 anos, foi preso após ter agredido a esposa. No mesmo dia, Juliano Lima da Silva, de 23 anos, foi preso por furtar um veículo em um Assentamento. Ele já havia sido preso por estelionato, em 2009 , e responde a processos por ato obsceno e violação de domicílio.

No dia seguinte, a polícia apreendeu maconha e com duas pessoas, de 25 e 17 anos. Já no dia 22, policiais apreenderam cocaína. A polícia ainda autuou em flagrante o ex- presidiário Anderson Rodrigues, o Deinha, de 22 anos, que tentou assaltar um policial civil.

Ainda no dia 22, os policiais prenderam Reginaldo Leandro Ramos, o Prego, de 33 anos, e Rodrigo Magalhães Negão, de 32. Contra eles havia mandados de prisão expedidos pelas comarcas de Ilha Solteira (SP) e Pereira Barreto (SP), respectivamente.

Prego já foi preso e processado por tentativa de homicídio, em 2008, e estelionato, no ano seguinte. Rodrigo já foi preso e processado por lesão corporal e violência doméstica, em 2008.

Apuração no HR conclui que não houve 'falha ética' em mortes no local
Uma investigação interna realizada pela direção do HR (Hospital Regional) de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande para apurar a mo...
Carreta da Justiça oferecerá serviços a partir do próximo dia 13
Carreta da Justiça, programa do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que oferece serviços do judiciário de forma gratuita, chegará ao mun...



Para a malandragen de plantão: Selviria é pequena, mais tem POLÍCIA certo... é só lembrar a quadrilha que aterrorizava a região em 2009, foram todos para o Pote...
 
kaius Tiberio em 25/10/2011 08:31:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions