A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

29/08/2015 10:00

Polícia arma campana para quadrilha de Goiás, mata um e fere dois ladrões

Edivaldo Bitencourt e Renata Volpe Haddad
Durante troca de tiros, um dos bandidos morreu na entrada da prefeitura (Foto: Ivinotícias)Durante troca de tiros, um dos bandidos morreu na entrada da prefeitura (Foto: Ivinotícias)
Vidros quebrados foram varridos após crime (Foto: Ivinotícias)Vidros quebrados foram varridos após crime (Foto: Ivinotícias)

Policiais civis descobriram o roubo ao caixa eletrônico localizado na Prefeitura Municipal de Ivinhema e montou uma armadilha para pegar a quadrilha. Ao chegar para explodir o posto bancário, os bandidos foram surpreendidos pelos agentes e houve troca de tiros na madrugada deste sábado (29). Três bandidos foram baleados, sendo que um morreu, dois ficaram feridos e dois foram presos.

Veja Mais
Ladrões tentam roubar caixa na prefeitura, trocam tiros e um morre
PRF apreende carreta com 250 kg de agrotóxicos contrabandeados do Uruguai

Segundo o prefeito da cidade, Éder Uilson França Lima (PMDB), o grupo planejou o roubo no dia de pagamento dos mil funcionários públicos municipais. A prefeitura depositou R$ 2,1 milhões ontem e o dinheiro foi liberado neste sábado.

Como o salário estaria disponível hoje, o HSBC abasteceu o caixa eletrônico da prefeitura ontem à tarde. A quadrilha, que seria especializada na explosão de caixas eletrônicos e atuava em Goiás, chegou com carga de explosivos.

No entanto, a Polícia Civil de Ivinhema, junto com o Garras (Delegacia Especializada na Repressão de Roubo a Banco, Assalto e Sequestro) e as polícias da região, estava monitorando a organização criminosa e montou a armadilha. O único vigilante da prefeitura foi removido para outro prédio público e policiais civis ficaram dentro do prédio para “recepcionar” os bandidos.

Quando o grupo chegou, os policiais os surpreenderam e houve troca tiros. “Houve reação e tiroteio”, explicou o delegado geral adjunto, André Matsushita. Ele contou que foram quatro bandidos, sendo que um morreu no local, dois ficaram feridos e um foi preso.

O prefeito acrescenta que eram cinco, sendo que dois foram presos. Dos feridos, segundo Éder, um foi transferido em estado grave para o Hospital da Vida, em Dourados, e o outro, Thiago Máximo da Silva, 26 anos, com ferimento no fêmur, continua internado no hospital de Ivinhema.

O delegado Ricardo Henrique Cavagna, da Polícia Civil de Ivinhema, e o titular do Garras, Edilson dos Santos Silva, foram procurados para dar mais detalhes sobre a ocorrência, mas não atenderam as ligações. Caravagna está concluindo a ocorrência sobre o roubo frustrado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions