A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

20/05/2014 13:16

Polícia descobre "esquema do atestado médico" e prende servidora pública

Graziela Rezende

A Polícia autuou ontem (20) duas mulheres pelos crimes de falsidade ideológica e peculato, após denúncias de vários atestados médicos falsos, o que vem prejudicando empresas privadas e de repartições públicas de Três Lagoas, distante a 339 quilômetros da Capital.

Veja Mais
PMA recebe 28 crianças para palestras sobre conservação ambiental
Homem é baleado após agredir suspeito envolvido em acidente

Segundo o delegado Ailton Pereira de Freitas, responsável pelas investigações, Luciana de Jesus Santos, 30 anos, apresentou o documento em uma empresa e, ao ser questionada, confessou que era falso e que adquiria com a amiga Josilene Mariano da Silva, 31 anos, funcionária pública municipal.

Os policiais então se dirigiram até a sua residência, quando apreenderam um talonário de atestado e um carimbo médico da prefeitura de Três Lagoas. Josilene confessou o crime e disse que trabalhava numa seção de agendamentos médicos, se aproveitando do cargo para cometer os crimes.

As mulheres respondem pelos crime de falsidade ideológica (2 a 12 anos de reclusão), enquanto que Josilene tem como agravante o peculato (1 a 5 anos de reclusão).

A Polícia agora prossegue com as buscas para identificar outros servidores e profissionais de saúde que estariam emitindo atestados, se beneficiando da pratica ilícita.

 




Vai ter paralisação é!? Nem tava sabendo!
 
claudio jodivan cavalcante em 20/05/2014 13:59:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions