A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

22/04/2014 14:45

Polícia investiga morte de paulista jogada em rio de Brasilândia

Bruno Chaves
Corpo da jovem foi encontrado no último dia 20 (Foto: Reprodução)Corpo da jovem foi encontrado no último dia 20 (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul instaurou inquérito para apurar a morte de Luana Ferreira Gonçalves, 18 anos, moradora da cidade de Pauliceia (SP). O corpo da jovem foi encontrado, no dia 20 de abril, boiando nas margens do Rio Paraná, no município de Brasilândia – a 355 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Ex-namorado é o principal suspeito de ter matado jovem de 18 anos
Corpo de jovem é encontrado boiando no Rio Paraná, em Brasilândia

Conforme o delegado de Brasilândia, José Renato Miguel, o trabalho de investigação será feito “a quatro mãos”. Luana foi morta no estado vizinho e “desovada” em Mato Grosso do Sul. Por isso, as polícias dos dois estados estão trabalhando no caso.

“Fomos ao local e fizemos levantamento de praxe. Já estou com o inquérito instaurado e começamos as diligências. Como existe também um boletim de ocorrência de desaparecimento lá (São Paulo), feito anteriormente, o outro delegado já está com as investigações avançadas. Nós estamos trocando informações”, disse José Renato.

Até o momento, o ex-namorado de Luana é o principal suspeito de ter cometido o crime. Ele não teve a identidade revelada pela polícia.

Crime – O corpo da vítima foi encontrado boiando no Rio Paraná, a nove quilômetros da ponte de divide a cidade de Brasilândia, em Mato Grosso do Sul, de Pauliceia, em São Paulo. Luana estava com as mãos amarradas e com uma corda no pescoço. Não havia sinais de violência no corpo.

A jovem desapareceu na última quinta-feira (17). A principal suspeita das polícias é de que a Luana foi morta em São Paulo, vítima de um crime passional.

(Matéria editada às 15h45 para correção de informação).

Corpo de jovem é encontrado boiando no Rio Paraná, em Brasilândia
O corpo de uma jovem de 18 anos foi encontrado por um pescador por volta das 16h30 deste domingo (20), boiando no Rio Paraná, região de Brasilândia, ...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions