A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

28/01/2015 09:29

Polícia investiga violência sexual de dois presos contra colega de cela

Helio de Freitas

Policiais civis de Dourados, a 233 km de Campo Grande, estão investigando a denúncia de que um detento de 32 anos teria sido violentado sexualmente por dois colegas de cela, na penitenciária de segurança máxima da cidade. Os abusos teriam durado pelo menos dez horas, entre a noite de segunda-feira e a madrugada de ontem.

Veja Mais
Força Nacional vai continuar por mais 30 dias em área onde índio foi morto
Apenas 60% dos inscritos no Enem participam da segunda prova em MS

O caso é investigado pelo 2º Distrito Policial. A delegada titular, Andreia Alves Pereira, foi ontem à tarde à penitenciária acompanhada de agentes policiais para ouvir o depoimento da suposta vítima. O Campo Grande News procurou a policial na manhã desta quarta-feira para falar sobre a denúncia do detento, mas ninguém atendeu ao telefone no 2º DP de Dourados.

Conforme informações divulgadas pelo site Dourados Agora, os três detentos estavam na chamada “cela forte” da penitenciária, quando os dois presidiários, de 27 e 37 anos, teriam começado a manter relações sexuais entre eles, na noite de segunda. Depois teriam atacado o colega. À força, a dupla teria abusado do homem de 32 anos até a madrugada do dia seguinte.

A Polícia Civil foi acionada por agentes penitenciários depois que o interno relatou os abusos cometidos pelos colegas de cela.

Trabalhador morre ao sofrer descarga elétrica durante conserto de bomba d'água
José Antônio Farias, 51, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto arrumava uma bomba d'água às margens de uma lagoa, no distrito de Lagoa Bo...
Ciclista morre ao ser atingido por vários tiros disparados por dupla em moto
Wellington Ronaldo de Souza, 34, foi morto a tiros ao ser abordado por dois homens que estavam em uma moto. O homicídio aconteceu às 20h30 de domingo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions