A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

03/02/2014 16:01

Polícia já tem suspeito de atirar contra 3 em conveniência por causa de corrente

Bruno Chaves

A Polícia Civil de Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, já tem a identificação de um suspeito de atirar contra três pessoas em frente a uma conveniência da Rua Weimar Gonçalves Torres, região central da cidade, na noite de ontem (2). Um homem conhecido como Rogério foi apontado pelas vítimas como autor dos disparos. O sumiço de uma corrente de prata causou a confusão.

Veja Mais
Tiroteio deixa três pessoas baleadas e duas pisoteadas em Dourados
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

Segundo o delegado Lupersio Degerone Lucio, titular da Primeira Delegacia de Dourados, que investiga o caso, o suposto autor foi apontado por Paulo Henrique Gomes, Thiago Candia Bem e Ana Carolina Feitosa Matoso, as três vítimas baleadas.

“Estamos instaurando o inquérito. Projéteis foram apreendidos e as vítimas já afirmaram que têm a identidade do autor. Ele precisa ser formalmente reconhecido e, a partir daí, senão vir espontaneamente dar sua versão deverá ser representado o pedido de prisão preventiva”, diz.

O caso – A confusão em frente a conveniência começou entre Thiago e Rogério por conta de uma corrente de prata. A vítima percebeu a falta do acessório e foi informada de que o acusado estava com o objeto.

Depois de um desentendimento verbal, Rogério saiu e voltou armado efetuando disparos. As balas atingiram Thiago, Ana Carolina e Paulo Henrique. A mulher foi atingida de raspão na cabeça, Paulo Henrique no braço esquerdo e Thiago nos dois braços.

As vítimas foram encaminhadas pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital da Vida. Ana Carolina e Thiago continuam internados e passam bem. Paulo Henrique já recebeu alta médica.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação
A Justiça Federal bloqueou R$ 1.743.189,84 em bens de Edvaldo Alves de Queiroz, o Tupete, ex-prefeito de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grand...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions