A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

12/07/2011 11:38

Polícia pede prisão de dupla por assassinato de funcionário público

Aline dos Santos
Valdemir foi morto em casa no dia 16 de junho. Valdemir foi morto em casa no dia 16 de junho.

A Polícia Civil de Amambai pediu prisão preventiva dos acusados pela morte do funcionário público estadual Valdemir Alves da Silva, de 37 anos. Adriano Fernandes Nogueira, de 18 anos, e um adolescente foram localizados no último sábado e confessaram o latrocínio (roubo seguido de morte).

O crime foi no dia 16 de junho, na casa de Valdemir. Adriano, conhecido como Pinguim, era amigo da vítima e, junto com o comparsa, premeditou assaltar Valdemir. Segundo o delegado Marcius Geraldo Santos Cordeiro, o funcionário público reagiu ao roubo e foi assassinado a facadas.

A vítima era lotada no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e professor em uma faculdade particular de Amambai. A dupla roubou a moto de Valdemir, mas não conseguiu encontrar dinheiro.

“A vítima escondeu a carteira no guarda-roupas e mesmo procurando em toda a casa eles não a localizaram”, relata o delegado. A moto foi trocada por R$ 170 e um aparelho de DVD na cidade paraguaia de Capitan Bado.

As facadas foram desferidas pelo menor de idade. De acordo com o delegado, os suspeitos não foram presos porque não havia mais situação flagrancial e nem mandado de prisão.

A dupla não tinha antecedentes criminais. Ambos informaram trabalhar como servente de pedreiro. O pedido de prisão preventiva foi encaminhado ao poder judiciário.




e vergonhoso essa situaçao a cada dia que passa fica mais complicado,, a bandidagem tem passe livre o bandido mata e esta solto,, que Brasil é esse????
 
alcides luiz fernades em 14/07/2011 10:53:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions