A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

03/11/2014 12:45

Polícia prende homem que vendia fuzil para matar delegado e investigadores

Caroline Maldonado
Armamento seria usado para matar delegado e investigadores (Foto: William Silva/ Costa Rica News)Armamento seria usado para matar delegado e investigadores (Foto: William Silva/ Costa Rica News)

A Policia Civil de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, o Grupo Tático Operacional e a Policia Militar, prenderam um homem de 36 anos, que guardava em casa um fuzil 7mm e 429 munições intactas, além de uma mira especial de longo alcance. O armamento seria vendido para homens que pretendiam matar um delegado e dois investigadores da cidade.

Veja Mais
Vendedor é esfaqueado nas costas durante briga por espaço
Pavão comandava tráfico da cadeia, mas juíza escondeu denúncia do Brasil

O delegado Cleverson Alves dos Santos que estava na mira dos suspeitos, disse ao jornal Costa Rica News que o homem preso neste domingo (2) era investigado há mais de quatro meses. A suspeita é que ele venderia a arma para dois traficantes, sendo um de Chapadão do Sul, a 321 quilômetros da Capital, conhecido como “Caveira” e outro de Costa Rica. Um deles compraria a arma no distrito da Lage por R$ 11 mil, já que no local seria fácil fazer demonstração de disparo sem que alguém percebesse.

O preso confessou que a arma seria para matar o delegado Cleverson e o investigadores Nélio e Thiago. “Essa arma é de uso restrito e é capaz de furar blindagem até de carro forte, então é uma arma que nenhum colete no mundo hoje consegue segurar, e uma arma destas nas mãos destes criminosos, nós ficamos vulneráveis”, disse o delegado ao jornal Costa Rica News.

Por volta das 8h da manha de domingo, os policiais foram até o distrito da Lage, em uma mata fechada, onde aconteceria o encontro da venda da arma e das munições. Os indivíduos chegaram a disparar um tiro contra uma árvore, em seguida perceberam a movimentação da polícia e fugiram em uma motocicleta. As buscas continuaram até que o preso foi encontrado no balneário Sucuiú com sua família. Em seguida, ele mostrou onde estavam a arma e munições.

Ainda segundo o jornal Costa Rica News, o fuzil 7mm da marca Ceskoslovenka, estava em cima do guarda roupas enrolado em alguns panos e as munições que totalizaram 429 capsulas intactas de calibre 7mm estavam em uma caixa também dentro do guarda roupas. Também foram apreendidas uma luneta, uma mira usada para longo alcance de acerto e mais dose cartuchos deflagrados.

O acusado foi encaminhado à Delegacia de Policia Civil de Costa Rica. Ele será autuado por posse e porte de arma de fogo de uso restrito, receptação e associação com tráfico. As investigações continuam até que sejam encontrados os homens que negociavam o armamento.

Vendedor é esfaqueado nas costas durante briga por espaço
Uma rixa antiga, de pelo menos três meses, acabou com o vendedor de espetinho, Ramão Antônio Gomes, 42, gravemente ferido ao ser esfaqueado duas veze...
Empresária é roubada na saída de lotérica e tem prejuízo de R$ 46 mil
Empresária, de 42 anos, teve prejuízo de R$ 46 mil depois de ser roubada por dois homens na saída de uma lotérica da Rua Melanio Garcia Barbosa, no c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions