A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

29/03/2012 11:20

Pontes em Piraputanga deixam enchente no passado e ajudam turismo

Mariana Lopes
Ponte sobre o rio Aquidauana facilitou acesso à região de Piraputanga. (Foto: Divulgação)Ponte sobre o rio Aquidauana facilitou acesso à região de Piraputanga. (Foto: Divulgação)

Inauguradas no último dia 2 de março, as pontes que ligam Aquidauana a Piraputanga representam muito mais do que uma estrutura para deixar a região com o visual mais moderno. Para a população aquidauanense, a obra significou fim de problemas com enchentes, que por anos deixaram a região isolada em períodos de chuva.

Veja Mais
Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Condutor perde controle de caminhonete, derruba poste e foge

Uma das pontes, com 84 metros, foi construída sobre o rio Aquidauana e teve investimento de R$ 1,2 milhão. A outra, com 24 metros, passa sobre o rio Vermelho, que demanda ao distrito de Palmeiras, custou R$ 757,5 mil.

O prefeito de Aquidauana, Fauzi Suleiman, comentou o benefício em relação ao turismo na região. “Nos finais de semana, o fluxo neste trecho da estrada é muito grande, pois dá acesso a Bonito, por exemplo”, explica.

Além de Aquidauana, as pontes vão beneficiar os municípios de Aquidauana, Anastácio e Dois Irmãos do Buriti.

Ele relembra os tempos antes das pontes serem reconstruídas em concreto, quando elas ainda eram de madeira. “Em todo período de chuvas o problema aparecia, agora não vamos mais ficar isolados por causa das enchentes”, diz o prefeito.

Segundo Fauzi, os moradores de Aquidauana estão contentes e esperançosos com as novas obras. “A população é quem mais ganha, era muito sofrido ver a cidade toda sem ter para onde ir quando a água invadia tudo e até derrubava as pontes”, conta.

Além de Aquidauana, as pontes vão beneficiar os municípios de Aquidauana, Anastácio e Dois Irmãos do Buriti.

Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Sofia de Almeida Flores, de 11 meses de vida, morreu na madrugada de hoje (5) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, após ficar ferida em acidente oc...
Homem de 33 anos é morto com golpes de facão e foice em fazenda invadida
Um homem de 33 anos foi morto a golpes de facão e de foice durante uma briga envolvendo índios na fazenda Novilho, município de Caarapó, a 283 km de ...



O pior de tudo que tem gente que ainda fala do governador , e não olha as obras que estão sendo feitas, não existe uma obra de má qualidade, são trabalhos duradouros e que trazem melhorias reais a população.
 
Romaldo Milani em 29/03/2012 11:39:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions