A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

10/02/2015 07:44

Prazo para pagar à vista ou a primeira parcela do IPTU 2015 vence hoje

Prefeitura lançou 68.683 mil boletos neste ano e muitos contribuintes reclamam do valor

Helio de Freitas, de Dourados
Central de Atendimento ao Cidadão, onde contribuintes do IPTU são atendidos (Foto: Eliel Oliveira)Central de Atendimento ao Cidadão, onde contribuintes do IPTU são atendidos (Foto: Eliel Oliveira)

Vence nesta terça-feira, dia 10, o prazo para pagamento à vista ou a primeira parcela do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) na cidade de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Neste ano foram lançados 68.683 boletos – 2.227 a mais que no ano passado. O pagamento precisa ser feito na rede bancária. Os contribuintes que não receberam o boleto pelos Correios devem procurar a Central de Atendimento ao Cidadão, na Avenida Presidente Vargas, em frente à Praça Antonio João.

Veja Mais
Bonito é eleito o segundo destino mais "queridinho" por turistas em 2017
Europeus querem boicote à soja por genocídio indígena, diz deputado

Para incentivar o contribuinte a pagar o IPTU em dia e principalmente à vista, a prefeitura oferece descontos e vai sortear prêmios todos os meses. O pagamento em cota única dá direito ao desconto de 15%. Contribuinte com débito, mas com o parcelamento em dia, tem 10%. Quem está com débito e quer pagar à vista até esta terça-feira tem 5% de desconto. O parcelamento não da direito ao desconto.

Os prêmios que serão sorteados durante o ano três motos, um carro zero quilômetro e dez notebooks. Os computadores portáteis serão sorteados de fevereiro a novembro, sendo um cada mês. A prefeitura ainda não informou as datas de sorteios das motos. O carro é sempre sorteado no dia 20 de dezembro, aniversário da cidade.

Segundo a prefeitura, o número de boletos lançados neste ano aumentou em relação a 2014 em função de novos loteamentos e devido ao fim da isenção para alguns contribuintes. O município tentou cobrar o IPTU dos distritos, mas a Câmara de Vereadores aprovou uma lei isentando esses moradores. O prefeito Murilo Zauith (PSB) chegou a vetar a lei, mas o veto foi derrubado em plenário, com votos inclusive da base aliada.

Chiadeira – Neste ano houve muita reclamação por causa do valor do IPTU da maioria dos contribuintes. O movimento de pessoas querendo explicações sobre o valor do imposto foi grande desde 20 de janeiro, quando os moradores começaram a receber o boleto. “No ano passado minha mãe pagou à vista 198 reais. Agora o valor à vista veio 600 reais, um reajuste de 300%. Não sei é se a inflação ou qual outro critério que eles adotaram, mas esse valor é abusivo, não tem como pagar”, afirmou o comerciante Fernando David, 32, morador do Jardim Pelicano.

A prefeitura informa que não houve aumento real. “Não tivemos aumento do IPTU. O que mudou é que temos a partir de 2015 uma nova planta genérica de valores do município. Essa planta estava desatualizada desde 2005 e nos últimos anos foi feita apenas a correção da inflação”, garantiu o diretor de Lançamentos e Arrecadação de Tributos, Alex Sandro Sabino.

“A prefeitura poderia cobrar o IPTU sobre até 100% do valor do imóvel, mas o imposto é lançado apenas sobre 30%, para não onerar ainda mais o contribuinte”, explica Alex Sabino, ao defender que nos últimos anos os imóveis tiveram uma valorização considerável em Dourados e apesar de o IPTU não ser calculado sobre o valor total, a atualização da planta genérica acabou refletindo no imposto deste ano.

Contribuintes descontentes com o valor do IPTU ainda podem pedir a revisão do imposto. A solicitação é feita na Central de Atendimento ao Cidadão. Neste caso o município faz uma nova avaliação do imóvel e durante esse período a cobrança fica suspensa. Entretanto, se a reclamação não for procedente o morador perde os descontos e ainda terá de pagar multa e juros. O telefone da Central de Atendimento ao Cidadão é o (67) 3410-5600.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions