A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

06/04/2015 16:32

Prefeito concorda em doar área e cidade terá nova Unei, ao lado de presídio

Doação foi solicitada por desembargador Eduardo Machado Rocha, já que a unidade existente em Dourados está superlotada

Helio de Freitas, de Dourados

Uma nova Unei (Unidade Educacional de Internação), para abrigar adolescentes infratores, será construída em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A construção será feita em um terreno a ser doado pela prefeitura, nas proximidades da penitenciária de segurança máxima da cidade, onde já foi implantado o presídio semiaberto, concluído no ano passado, mas que até agora continua desativado.

Veja Mais
Proposta de construção de mais uma Unei causa polêmica e revolta empresários
Três meses após fuga em massa, cinco adolescentes ainda estão evadidos da Unei

A doação da área para a nova Unei foi solicitada na tarde desta segunda-feira ao prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), pelo desembargador Eduardo Machado Rocha, coordenador da Infância e Juventude do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

De acordo com a assessoria, Murilo se comprometeu em identificar uma área naquela região da cidade para destinar à construção da Unei. “O prefeito acatou nossa solicitação e ficou de verificar os terrenos disponíveis para providenciar a desapropriação e fazer outros trâmites necessários”, afirmou o desembargador.

Ainda conforme a prefeitura, a construção de uma nova Unei para Dourados é de iniciativa do juiz da Infância e Juventude do município, Zaloar Murat Martins, já que a atual estrutura, administrada pelo governo do Estado, já não é suficiente para comportar o número de menores infratores recolhidos no local.

No início deste ano, a proposta de construção da nova Unei na saída para Caarapó causou polêmica em Dourados e vários setores da sociedade se manifestaram contra a unidade nas proximidades da Embrapa.

A prefeitura havia oferecido três áreas em diferentes regiões da cidade para o novo prédio. Entretanto, o fato de aquela região da cidade estar em expansão domiciliar, fez o município recuar da decisão, já que em poucos anos a unidade para internação de jovens infratores ficaria no meio de um bairro residencial.

“Como houve essa resistência nós decidimos apoiar a construção da Unei e levar este anseio da população junto com o doutor Zaloar ao presidente do Tribunal de Justiça, João Maria Lós, que se mostrou preocupado com a situação”, afirmou o desembargador Eduardo Machado Rocha.

Proposta de construção de mais uma Unei causa polêmica e revolta empresários
A proposta de construção uma nova Unei (Unidade Educacional de Internação), dessa vez na saída para Caarapó, próximo à Embrapa, causa polêmica desde ...
Mais de 11 mil prestam o Enem nos presídios e Uneis de MS nesta terça
Em Mato Grosso do Sul, 1155 detentos e nove adolescentes apreendidos nas Uneis (Unidades Educacionais de Internação) farão o Enem (Exame Nacional do ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions