A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

20/07/2011 06:35

Prefeito de Alcinópolis suspeito de envolvimento na morte de vereador

Francisco Júnior

Vereador e mais cinco pessoas também foram presas

Prefeito foi preso hoje de manhã e será encaminhado para Campo Grande. (Foto: Alcinópolis.com)Prefeito foi preso hoje de manhã e será encaminhado para Campo Grande. (Foto: Alcinópolis.com)

O prefeito de Alcinopolis, Manoel Nunes da Silva (PR), foi preso na manhã desta quarta-feira suspeito de estar envolvido no assassinato do vereador Carlos Antônio Carneiro, 40 anos, ocorrido no dia 26 de outubro do ano passado em Campo Grande.

Além do prefeito, o vereador Valdeci Lima (PSDB), mais conhecido como Passarinho, e outras quatro pessoas também foram presas suspeitas de envolvimento na morte do parlamentar.

Os mandados de prisão foram expedidos por um juiz da Capital e cumpridos pela Polícia Civil de Alcinopolis e do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros). Os sete presos serão encaminhados para Campo Grande.

Carlos Antônio Costa Carneiro foi assassinado com três tiros na calçada do hotel Vale Verde localizado na avenida Afonso Pena. Dois homens em uma moto se aproximaram e efetuaram os disparos.

No momento do crime, policiais civis passavam pelo local e perseguiram os autores, que acabaram se entregando. Foram presos Irineu Maciel, 34 anos, e Aparecido Souza Fernandes, 34 anos. A dupla confessou ter recebido R$ 20 mil para executar o vereador.

Valdemir Vansan, 37 anos, também foi preso acusado de ter contratado Irineu para executar o vereador.

Desde a data do crime, a família do vereador apontava o prefeito como o mandante do crime.

No dia do crime, o pai do vereador, o vice-prefeito de Alcinópolis, Alcino Carneiro (PDT), afirmou que via o prefeito como o principal suspeito, por causa das divergências políticas com o presidente da Câmara assassinado.

O boato correu a cidade de Alcinoplis, assim como notícias de que familiares do vereador estariam prontos para vingar a morte dele. Na época, o prefeito, que sempre negou as acusações, foi, então, orientado pela polícia a deixar a cidade.




O Comentário do Luiz Fernandes demonstra o quanto existem pessoas ignorantes neste país. Se a polícia prendeu agora é pq conseguiu reunir provas para isso. prender por prender não é trabalho profissional. Se o TJ/MS já solta com provas imagina sem eles? E mais. Precisamos mudar um pouco essa postura sermos mais civilizados e passármos a reconhecer mais as coisas. Parabéns para a Polícia Civil tem feito grandes trabalhos no Estado. Esse é um deles, o caso marielly, a morte da arquiteta pelo marido, os casos de bulling sendo esclarecidos, nunca se fez tanto e nunca se reconheceu tão pouco também. Vamos criticar quando o trabalho é mal feito, porém, reconhecer quando ele acontece. Mais uma vez Parabéns Polícia Civil!!!
 
Cláudio Marques Silva em 20/07/2011 11:22:07
eu so nao entendo porque a demora dessas atitudes, agora que esfriou cada advogado cria um halibi, muda a historia por isso que ninguem vai preso nesse pais, e inocentes morrem, quem sofre e a familia de quem perdeu o ente, me desculpe a ignorancia nao e minha praia, mas se fosse um magistrado talvez o negocio ia andar mais rapido.
 
luiz fernandes em 20/07/2011 09:18:03
Isso mesmo temos que acabar com o coronelismo que ainda impera e muito no Brasil, este é um caso claro deste tipo de ação, mas apernas a ponta de icberg já que Pais todo esta pratica é comum inclusive nos grandes centros.
Tem que ser preso mesmo e depois julgado dentro das leis.
 
MARIO SERGIO em 20/07/2011 07:19:18
Oxalá, todos os crimes tivessem, pelo menos, a indicação de avanço nas investigações, como é o caso do assassinato covarde do filho do meu querido amigo Sr. Alcino, de seu irmão e também meu amigo Helder - da Assessoria Contábil HC. Esta cinematográfica prisão, não obstante todas as dificuldades apresentadas pela defesa dos cidadãos prêsos e de todo trâmite processual, sugere uma certa " participação" dos envolvidos. A polícia investiga, o Ministério Público apresenta as acusações e o Poder Judiciário julga e dá o veredito final.
Para a família, na pessoa do Sr. Alcino - vice-prefeito - honesto, correto, trabalhador, amigo do povo dessa terra, um momento de alívio, de sinal de justiça, homenagheando assim o saudoso Carlos.
Aguarda-se agora que o Tribunal de Justiça de MS - que decretou a prisão, prossiga na finalização dos processos e, dentro dos preceitos constitucionais e dos direitos dos cidadãos, apresente com lisura e profissionalismo a decisão final para alegria e tranquilidade dos familiares e do querido povo - amigo, humilde e simples da altaneira ciodade de Alcinópolis.
A JUSTIÇA TARDA MAIS NÃO FALHA! Parbéns à polícia , ao Ministério Público de MS; Parabéns ao amigo Alcino e todos da família, bem como ao povo da querida Alcinópolis. Fiquem com a proteção de Deus. Um forte abraço.
 
JOÃO BATISTA DE CARVALHO FILHO em 20/07/2011 02:19:38
parabens policia civil, tinha certeza que esse crime de pistolagem seria esclarecido, até o batatinha e o nivaldo sabiam que esse prefeito estava envolvido,, mais nunca e tarde para justiça ser feita..confiamos na policia e no judiciario... gente honesta tem que prevalecer neste pais..
 
carlos augusto borges em 20/07/2011 01:04:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions