A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

24/10/2013 15:47

Prefeito de Sidrolândia alega falta de verba e universitários ficam sem ônibus

Mariana Lopes
Moacyr Almeida afirma que se não receber irá cancelar o serviço de transporte dos universitários de Sidrolândia (Foto: Região News)Moacyr Almeida afirma que se não receber irá cancelar o serviço de transporte dos universitários de Sidrolândia (Foto: Região News)

Cerca de 600 universitários de Sidrolândia podem ficar sem o transporte gratuito para Campo Grande e Maracajú nos últimos meses de aula. Isso porque o prefeito do município, Ari Basso (PSDB), alega que não tem verba suficiente para pagar a empresa que realiza as viagens diárias até às duas cidades.

Veja Mais
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha

O benefício deve ser cortado a partir do próximo dia 1º de novembro. Os estudantes foram informados sobre o fim do serviço nesta quinta-feira (24), pela Vacaria Transportes, antes de seguirem viagem para os dois destinos.

Em entrevista ao Campo Grande News, o proprietário da empresa Vacaria Transporte, Moacir Almeida, disse que se reuniu na tarde de ontem (23), com o prefeito Ari Basso, que o comunicou sobre a falta de verba para pagar pelo serviço de transporte dos universitários nos meses de novembro e dezembro.

“Ele disse que estava sendo meu amigo, que estava me informando antes para que eu não realizasse o serviço e depois ficasse sem receber”, conta o proprietário da Vacaria Transporte.

Fora a falta de verba para pagar as últimas duas parcelas de 2013, a Prefeitura de Sidrolândia ainda possui um débito de R$ 600 mil com a empresa de transporte, para a qual também não tem recursos para pagar e dar continuidade ao serviço.

“O direito dos universitários ao transporte gratuito é lei municipal. De onde calcularam essa verba? Ela já tem que estar estimada, mas eu não posso trabalhar sem receber”, pontua Moacir.

Os estudantes foram pegos de surpresa com a notícia, já que as universidades estão no final do segundo semestre, período quando são realizadas as últimas aulas e avaliações.

Em entrevista a um site de Sidrolândia, Moacyr disse que o serviço que presta à Prefeitura inclui 16 ônibus que a empresa coloca na estrada todos os dias e 25 pessoas envolvidas.

De acordo com a Prefeitura, através de nota oficial, o transporte universitário é oferecido gratuitamente aos estudantes de Sidrolândia desde 2005. Atualmente, 16 ônibus compõem a frota, operando nos períodos matutino, vespertino e noturno. O transporte beneficia acadêmicos que viajam para universidades nos em Campo Grande e Maracajú.

Ainda em nota, a Prefeitura afirmou que desde o início do ano está cortando gastos, demitindo servidores municipais e fechando secretarias.

Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



E esse concurso que a prefeitura de sidrolandia está realizando com 316 vagas, nao sao para temporarios e sim efetivos. Seria uma enganacao para os candidatos??
Quem sao os demitidos atuais?? Comissionados? Isso tah comecando a feder
 
patricia oliveira em 24/10/2013 16:42:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions