A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

02/11/2012 19:24

Prefeitura de Dourados constrói conjunto habitacional sustentável

Nícholas Vasconcelos
Residencial Harrison de Figueiredo do programa Minha Casa, Minha Vida II em Dourados. (Foto: Divulgação) Residencial Harrison de Figueiredo do programa Minha Casa, Minha Vida II em Dourados. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Dourados prepara a implantação do primeiro residencial popular com moradias mais sustentáveis da cidade, que fica a 233 quilômetros de Campo Grande. O residencial Jatey, segue a nova portaria do Governo Federal sobre o programa Minha Casa, Minha Vida II.

Veja Mais
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Desaparecida há dois dias, jovem é encontrada morta às margens da MS-427

As principais novidades estão na implantação de medidas sustentáveis, como aquecimento solar e telhas ecológicas, aumento da área construída, que passa a ser de 43,94 m². Também houve diminuição do percentual da renda destinado ao pagamento da parcela, que passa a ser de 5% para renda familiar de até R$ 1,6 mil.

Conforme o Departamento de Habitação da Prefeitura de Dourados, o projeto do residencial foi iniciado com base nos moldes anteriores e agora recebe adequações para atender as novas diretrizes.

O residencial Jatey fica na região do bairro Estrela Verá, nos fundos do Jóquei Clube. No local, é construída a avenida que vai ligar o Jóquei à BR-163, passando pelo Jardim Guaicurus. É erguida ainda a ponte sobre o Córrego Olho D’água e equipes já começaram a abrir a avenida de mão dupla, que será asfaltada e iluminada.

Todo Residencial Jatey contará com infraestrutura básica, como asfalto e redes água, energia e esgoto para as 700 casas. Na região ainda são erguidas duas etapas do Residencial Dioclécio Sucupira e a segunda etapa do Harrison Figueiredo.

Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Diones Luiz Pedrosa Farias, 21, foi encontrado morto com o pescoço cortado com uma faca, na rodoviária de Amambai, distante 366 km de Campo Grande, n...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions