A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

03/11/2016 10:52

Prefeitura recebe estudo que propõe mudar data de aniversário de Dourados

Comissão de Revisão Histórica questiona frase “Terra de Antônio João” presente no brasão e defende aniversário no dia 15 de junho

Helio de Freitas, de Dourados
Prefeito com jornalista e historiador, que entregaram estudo sobre revisão histórica (Foto: A. Frota)Prefeito com jornalista e historiador, que entregaram estudo sobre revisão histórica (Foto: A. Frota)

Já está na prefeitura o estudo que deve causar bastante polêmica em Dourados, segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, localizada a 233 km de Campo Grande. O documento, elaborado durante três anos de trabalho, propõe mudar a data de aniversário do município e a retirada da frase “Terra de Antonio João” do brasão oficial.

Veja Mais
Comissão de revisão histórica quer mudar data de aniversário para junho
Marcelino Pires como fundador é questionado por historiadores

O assunto vem sendo discutido desde o ano passado. Em dezembro de 2015, o Campo Grande News mostrou o trabalho na série de reportagens sobre os 80 anos de Dourados.

Na semana passada, o relatório foi entregue ao prefeito Murilo Zauith (PSB) pelo presidente da Comissão de Revisão Histórica de Dourados, o professor Carlos Magno Mieres Amarilha, e pelo jornalista Nicanor Coelho, que acompanhou os estudos.

Segundo Amarilha, a data de fundação de Dourados e a frase do brasão são consideradas pontos cruciais e que precisam ser colocados em debate.

De acordo com o relatório, a data de 20 de dezembro, comemorada como o dia de criação do município, começou a ser efetivada em 1953.

Em 23 de outubro daquele ano, a Câmara Municipal aprovou um projeto de lei do vereador Aguiar Ferreira de Sousa, sancionado pelo então prefeito Nélson de Araújo, oficializando o 20 de dezembro de 1935 como a data de fundação de Dourados. No ano seguinte a data foi transformada em feriado.

A comissão de revisão histórica concluiu que a data de 20 de dezembro foi escolhida por decisão política e não por reivindicação da sociedade organizada.

Carlos Amarilha afirma que existia necessidade de uma data para comemorar o aniversário. Entretanto, o relatório aponta como verdadeiro o 15 de junho, data em que foi instalado o Distrito de Paz de Dourados, em 1914. Ou seja, Dourados tem, segundo os historiadores, 102 anos e não 80.

Brasão – A comissão também aponta no relatório um erro sobre o uso da frase “Terra de Antônio João” no brasão oficial do município. O estudo mostra que o herói da Guerra do Paraguai, tenente Antônio João Ribeiro, não foi morto em Dourados e sim na Colônia Militar dos Dourados, em 29 de dezembro de 1864, no local onde existe atualmente o município de Antonio João.

Carlos Magno afirma que Dourados nem existia quando Antônio João morreu. “Trocam-se fatos, transferem-se os eventos, como verdades absolutas e absurdas, com empréstimos de histórias de outros lugares”, diz trecho do relatório.

Após receber o documento, o prefeito disse que o assunto precisa ser colocado em debate para a sociedade entender e decidir sobre as mudanças propostas.

“Hoje vamos entregar os relatórios para os demais membros da comissão e na semana que vem para os vereadores. Não colocamos que a verdadeira data é dia 15 de junho. A data que sempre foi comemorada é 20 de dezembro, dia da elevação do município, mas a data de fundação, o primeiro documento que diz respeito a Dourados, é de 15 de junho de 1914, data da elevação de Dourados a Distrito de Paz de Dourados”, afirmou Carlos Magno Amarilha ao Campo Grande News. “O poder constituído de Dourados tem que resolver esse problema que está na Constituição municipal”.

Sem comemoração – Segundo o historiador, desde 2006, quando o comércio passou a funcionar no dia 20 de dezembro, o aniversário “deixou de ser uma data representativa, digna de sua memória, pois perde a importância para o comércio aberto e para as festas de fim de ano realizadas na Praça Antônio João. A data fica invisível perante os dias que antecedem as festas natalinas”.

Cargos Magno completa: “são dez anos sem feriado municipal em sua plenitude. Desde 2006 a cidade não comemora o dia 20 de dezembro, pois uma categoria não consegue fechar as portas nesse dia, deixando ofuscada a efeméride do dia 20 de dezembro em comemoração à elevação de Dourados a município”.

Marido agride esposa e se esconde da polícia na casa do pai
Após agredir a esposa, Gilmar Sousa, de 37 anos, se escondeu na casa do pai no assentamento Itamarati, em Ponta Porã – a 323 km de Campo Grande. Conf...
Homem é encontrado morto com marcas de tiro em calçada de casa
Um homem não identificado foi encontrado morto na madrugada deste domingo (11) em Dourados – a 233 km de Campo Grande. Conforme o Boletim de Ocorrênc...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions