A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

17/04/2015 16:04

Prefeitura se isenta, em nota, de responsabilidade de concurso investigado

Priscilla Peres
Candidatos a concurso protestaram nesta semana, em frente a Câmara. ((Foto: Divulgação)Candidatos a concurso protestaram nesta semana, em frente a Câmara. ((Foto: Divulgação)

Três dias depois do MPE/MS (Ministério Público Estadual) anunciar publicamente que vai investigar irregularidades no concurso da prefeitura de Rochedo - distante 74 km da Capital, e o prefeito João Cordeiro (PMDB) por improbidade administrativa, a administração se manifestou sobre o caso.

Veja Mais
Instituto coloca documentos a disposição e diz que denúncia é rotineira
Ex-ordenador de despesas nega envolvimento em fraude de concursos

Em nota, a assessoria de imprensa disse hoje, que a realização do concurso foi feito dentro da lei, "passando por processo licitatório para a contratação de uma empresa", que organizou todo o certame. Também se isentou de qualquer responsabilidade sobre a execução e resultado das provas.

O prefeito também afirma, em nota, que não tem nada a declarar sobre a as denúncias de que parentes dele e de outras pessoas ligadas a prefeitura, tenham sido beneficiadas. E ressalta que o concurso foi aberto para todas as pessoas que tivessem interesse em participar.

A denúncia é de que dos 60 aprovados, 25% (15) são parentes do prefeito ou integrantes da administração municipal ou da Câmara de Vereadores. Os candidatos juntaram provas e denunciaram ao MPE/MS, que instaurou ação preparatória para investigar o caso.

A vice-prefeita Sandra Alencar (DEM), se defendeu dizendo que não tem parentes aprovados no concurso e que inclusive, seu filho não passou. Já o Idagem (Instituto de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Gestão Municipal) responsável pela organização do concurso, colocou os documentos a disposição.

Confira a nota na íntegra:

Diante de algumas matérias jornalísticas publicadas nos últimos dias por setores da imprensa sul-mato-grossense, a Prefeitura Municipal de Rochedo, vem a público esclarecer alguns pontos relacionados ao concurso para ingresso na carreira pública municipal:

Que a Prefeitura Municipal de Rochedo, estado de Mato Grosso do Sul, usou de suas atribuições legais para a realização do mesmo, passando por processo licitatório para a contratação de uma empresa, que ficou responsável por elaborar, organizar, realizar e desenvolver os métodos das provas.

Que, portanto, está isenta de qualquer responsabilidade na condução, aplicação e resultado do concurso;
A empresa vencedora para a prestação deste serviço foi o Instituto de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Gestão Municipal (Idagem).

Em relação aos parentes: o Prefeito João Cordeiro afirma veementemente que não tem, absolutamente, nada a declarar, mas, adianta que todos que participaram, tinham de estar preparados e com condições de realizar a prova, o que não passa pelo crivo do gestor, nem pela Prefeitura Municipal de Rochedo. Afirma, também, que o concurso foi aberto a todos, sem distinção de cor, credo religioso, parentesco ou algo que venha causar constrangimento.

Instituto coloca documentos a disposição e diz que denúncia é rotineira
O Idagem (Instituto de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Gestão Municipal) responsável pela organização do concurso público de Rochedo - distante ...
Ex-ordenador de despesas nega envolvimento em fraude de concursos
Após a vice-prefeita de Rochedo, Sandra Alencar (DEM) contestar a informação de que estaria envolvida em um sistema que fraudava resultados de concur...
Vice-prefeita se defende de acusação de nepotismo na administração
A vice-prefeita de Rochedo, Sandra Alencar (DEM), entrou em contato com o Campo Grande News para se manifestar sobre as denúncias de que parentes de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions