A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

22/05/2014 20:22

Prefeitura terá que fazer licitação para quebrar monopólio de funerária

Caroline Maldonado
Sizuo Uemura foi acusado de ter monopólio de serviços funerários em Dourados (Foto: Arquivo)Sizuo Uemura foi acusado de ter monopólio de serviços funerários em Dourados (Foto: Arquivo)

Uma decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul quebrou o monopólio mantido de empresa funerária em Dourados. A empresa Uemura & Cia. Ltda foi a única responsável pelos serviços funerários da cidade, há quase 14 anos. A prefeitura deverá fazer licitação para cinco novos serviços.

Em março de 2011, o promotor de Justiça, Ricardo de Melo Alves, pediu ao poder judiciário a quebra desse monopólio na exploração dos serviços funerários. O promotor pediu a abertura de licitação e a entrada de novas empresas para que as famílias enlutadas tivessem opção de escolher os serviços funerários de acordo com a melhor oferta de serviços e preços.

Na época, o juiz de 1º Grau de Dourados julgou improcedente a ação, o que fez o (MPE) Ministério Público Estadual recorrer ao Tribunal de Justiça, contra a decisão da autoridade judiciária da comarca de Dourados. Então, o desembargador, Júlio Roberto Siqueira Cardoso, decidiu reformar a decisão de 1º grau para determinar a realização de novo certame licitatório.

De acordo com Ricardo de Melo Alves, “a par da postura da municipalidade, o MPE buscou sem êxito a formalização de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com vistas a assegurar a liberdade de escolha de serviços funerários pelos consumidores, tendo a municipalidade abandonado as tentativas então iniciadas”.

A reportagem procurou a prefeitura de Dourados, via assessoria de imprensa. A informação dada é que um posicionamento oficial deve ser dado nesta sexta-feira (23). 

Funcionário de Sizuo Uemura continua preso em Dourados
O funcionário do empresário Sizuo Uemura, Ernani Roberto de Assis, o Polaco, continua preso na Penitenciária Harry Amorim da Costa, em Dourados, a 23...
Justiça libera Sizuo Uemura, dois filhos e funcionário
O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) concedeu o habeas corpus ao empresário Sizuo Uemura, acusado de ser o coordenador de uma organiza...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions