A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

12/12/2014 22:48

Presídio de Rio Brilhante vai disponibilizar 100 novas vagas

Vania Galceran

Considerada uma das unidades penais mais seguras de Mato Grosso do Sul, o Presídio Masculino de Rio Brilhante, ampliado recentemente pelo governo do Estado, por meio da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), será inaugurado na segunda-feira (15). O novo bloco com dez celas, três solários, área de ressocialização, lavanderia, salas de aula, de artesanato, com paredes de 4 metros de altura e área total de mil metros quadrados, foi todo construído com tijolos maciços.

Ao todo foram investidos R$ 600 mil na ampliação e modernização do presídio, sendo as obras executadas pelos próprios detentos, dentro do projeto de ressocialização e inclusão social da Agepen e custeadas pelo Poder Judiciário, pelos Conselhos da Comunidade de Rio Brilhante, de Maracaju, Nova Alvorada e pelo governo do Estado.

De acordo como secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, que acompanhou de perto o andamento das obras, no início de 2007 existiam no sistema penitenciário do Estado pouco mais de 4 mil vagas. “Nós ampliamos várias unidades penais, pelo Projeto Colméia, desenvolvido pela Sejusp, por meio da Agepen, bem como conseguimos junto ao Ministério da Justiça, por meio do Departamento Penitenciário Federal, recursos que, somados à contrapartida do governo do Estado, ultrapassam 52 milhões de reais, que estão sendo investidos na construção de três novos presídios no complexo da Gameleira em Campo Grande, gerando, mais que dobrando, o número de vagas no sistema penitenciário”, explica.

Para o diretor-presidente da Agepen, a ampliação do Presídio de Rio Brilhante representa bem mais que 100 novas vagas no sistema carcerário do Estado. “É a concretização de um sonho, em que através de dedicação e muito trabalho, projetos saem do papel e viram realidade, sendo que por meio deles os internos são reinseridos no trabalho e dessa forma preparados para voltarem melhores para a sociedade, cumprindo a execução penal o seu papel”, lembra o coronel Oliveira.

De acordo com o juiz Jorge Tadashi Kuramoto, titular da Vara de Execuções Penais de Rio Brilhante e responsável por grande parte dos valores investidos na ampliação, também está sendo instalado no Presídio de Rio Brilhante um moderno circuito interno de imagens, com 32 câmeras. “A ideia é interligar todo esse sistema não apenas com a administração do Presídio, mas também com a Polícia Militar, que poderá acompanhar em tempo real toda a movimentação e, assim, prevenir e evitar possíveis crises”, diz o juiz.

 

Indígena de 21 anos é assassinado com facada no peito em aldeia
Um indígena de 21 anos foi morto no início da noite desta sexta-feira (20) após ser atingido com uma facada no peito, na aldeia Amambai, em Amambai -...
Homem com facão faz três pessoas da mesma família como reféns em casa
Três pessoas foram feitas reféns em uma casa na rua Rio de Janeiro, Centro de Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande -, na manhã des...
UEMS recebe a partir de segunda-feira congresso de pesquisadores negros
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - recebe entre segunda-feira (23) e sáb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions