A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

01/10/2015 13:59

Preso com caminhão roubado diz que matou motorista; polícia procura corpo

Homem foi preso em Pedro Juan Caballero após atrair caminhoneiro para um falso frete; caminhão foi localizado através do sistema de rastreamento e polícia tenta extradição de assaltante

Helio de Freitas, de Dourados
Ronevon Balta Custódio está preso em Pedro Juan Caballero após caminhão ser localizado por rastreador (Foto: Leo Veras)Ronevon Balta Custódio está preso em Pedro Juan Caballero após caminhão ser localizado por rastreador (Foto: Leo Veras)
Caminhão foi roubado em Aquidauana e assaltante diz que matou caminhoneiro com tiro na cabeça (Foto: Leo Veras)Caminhão foi roubado em Aquidauana e assaltante diz que matou caminhoneiro com tiro na cabeça (Foto: Leo Veras)

Um caminhão Mercedes Benz branco, roubado ontem em Aquidauana, foi localizado nesta quinta-feira (1º) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O veículo foi localizado pelo sistema de rastreamento em uma oficina no lado paraguaio.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

Ronevon Balta Custódio, 31 anos, morador em Aquidauana, que havia deixado o caminhão no local, foi preso pela polícia paraguaia e confessou ter assassinado o caminhoneiro Ronaldo Alegre Ribeiro, 40, após atrai-lo para um falso frete. O corpo ainda não foi localizado.

Neste momento, policiais fazem buscas na região onde Custódio afirma ter deixado o corpo, após matar Ronaldo com um tiro na cabeça. O autor do latrocínio é filho de um militar do Exército brasileiro.

Desaparecimento – Na quarta-feira (30), Sirlene Alegre da Silva, 30, procurou a Polícia Civil de Aquidauana para denunciar o desaparecimento do irmão. Ela informou que na terça-feira, por volta de meio-dia, Ronaldo saiu de casa com o caminhão para fazer um frete em um pesqueiro, localizado próximo à estrada para Nioaque, e não havia retornado.

Segundo ela, em contato com a empresa rastreamento descobriu que o caminhão estava em Pedro Juan Caballero. Com ajuda de autoridades paraguaias, policiais de Ponta Porã chegaram ao local onde estava o caminhão, no bairro Santo Antonio.

O proprietário do local informou aos policiais que um homem tinha deixado o caminhão para fazer reparos na pintura. Os agentes saíram em busca do motorista e localizaram Ronevon nas imediações. O homem confessou o assalto e disse que tinha deixado o corpo no próprio local do crime, em uma mata próxima à estrada entre Aquidauana e Nioaque.

O promotor paraguaio Samuel Valdez, do Ministério Público do Departamento de Amambay, informou ao site Porã News que espera a confirmação da morte pelas autoridades brasileiras para expulsar o autor do latrocínio ao Brasil.

Agentes Polícia Civil de Ponta Porã, comandados pelo delegado Jarley Inácio, se reuniram com autoridades paraguaias para solicitar que Ronevon Custódio seja entregue à Justiça brasileira ainda nesta semana.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



Oi, psiu...! Você aí, que é contra a Pena de Morte. E se o motorista fosse seu irmão? ou seu filho? Você ainda seria contra a pena de Morte? Hipócritas, cretinos!
 
Barbarossa em 01/10/2015 16:30:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions