A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

08/02/2011 11:35

Presos fazem buraco no teto para fugir de presídio em Amambai

Nadyenka Castro

Presos fazem buraco no teto para fugir de presídio

Veja Mais
Clima é tranquilo em escola que será aplicado Enem para 488 alunos
Menino estuprado por dois adolescentes deve ter alta neste sábado

Plano foi descoberto e Polícia e Agepen fizeram pente-fino

Buraco era feito em uma das celas do presídio. (Foto: Vilson Nascimento)Buraco era feito em uma das celas do presídio. (Foto: Vilson Nascimento)

Presos do Estabelecimento Penal de Amambai, município que fica a 360 quilômetros de Campo Grande, fizeram um buraco no teto de uma das celas para fugir do local. O plano de fuga foi descoberto e policiais agentes penitenciários fizeram um pente-fino no local.

A Polícia Civil de Amambai descobriu o plano e informou a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) e a PM (Polícia Militar).

Diante da situação, policiais e agentes fizeram na madrugada de segunda-feira uma varredura no presídio e encontraram o buraco no teto de uma cela onde havia 17 detentos e diversos celulares.

Alguns dos presos tentaram esconder os telefones. Foi o caso de Fábio Ramoa, de 20 anos, preso por latrocínio, que tentou engolir o aparelho.

No pente-fino foram recolhidos haxixe, oito celulares, carregadores, lista telefônica manuscrita com vários números, facas e estiletes artesanais.

Fuga- O buraco feito para fuga já havia ultrapassado a massa de concreto do teto. Pelo local os detentos teriam acesso ao telhado do presídio.

Para furar o concreto os presos utilizaram um pedaço de barra de ferro de construção com ponta e o entulho retirado era colocado em uma sacola plástica e escondido em meio aos pertences pessoais.

Foram apontados como responsáveis pelo plano de fuga os paranaenses Adolfo Bugai Junior, de 24 anos e Gilberto Renato Wergenski, de 37 anos. Os dois foram presos pela PM no dia 13 do mês passado, suspeitos de terem seqüestrados um motorista em Ponta Porã.

(Com informações do site A Gazeta News)




Trabalho no Sistema Penitenciário e concordo perfeitamente com com a opinião da cidadã Sandra Lima..
 
Sana Mara Araujo em 09/02/2011 09:42:30
quero fazer uma divergência a Sandra Lima, você esquece de eses caras fizeram alguma coisa para estar la, na hora de matar, estrupar a mulher dos outros não pensam no conforto, e de que o dinheiro que vai para suster eses caras, tira de muitas gentes inocentes passando fome aqui fora. Então reveja os conceitos
 
cristhian augusto em 09/02/2011 09:20:59
Essa é a situação do sistema penitenciario do estado seguindo exemplo da maioria dos estados brasileiros, penitenciarias com superlotação, presos mal alimentados e ociosos ,situação sub humana, e ai meus amigos até os animais que são irracionais tentam fugir é Brasil, votem votem o povo tem os governantes que merecem. + drogas nas ruas + assaltos + bandidos = SEGURANÇA PUBLICA
 
sandra lima em 08/02/2011 01:21:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions