A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

09/08/2012 20:10

PRF realiza operação em Dourados e indica que pode entrar em greve

Nyelder Rodrigues
Operação padrão, organizada pelos sindicatos da categoria, fiscalizou os veículos que transitavam no entorno de Dourados, na BR-163, na BR-462, em Ponta Porã (Foto: Dourados News)Operação padrão, organizada pelos sindicatos da categoria, fiscalizou os veículos que transitavam no entorno de Dourados, na BR-163, na BR-462, em Ponta Porã (Foto: Dourados News)

Policiais rodoviários federais realizaram nesta quinta-feira (9), no entorno de Dourados e em Ponta Porã, uma operação padrão organizado pelo SinPRF-MS (Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

De acordo com o diretor parlamentar do sindicato, Lucio Nogueira, a operação se chama Colina, e faz parte de um calendário de operações do sistema sindical da categoria. Desde quarta-feira (8) vários locais do Brasil já passam pela fiscalização.

Durante a manhã, a fiscalização aconteceu nas rodovias do entorno de Dourados, enquanto à tarde, a barreira contou também com a participação de policiais federais e aconteceu no município de Ponta Porã, no posto de combustíveis Capey, localizado na BR-463.

Segundo o site Dourados News, uma fila de carros se formou na rodovia, sendo que alguns motoristas gastaram até uma hora e meia para fazer o trajeto de três quilômetros, próximo ao posto da PRF em Dourados.

Além de intensificar o policiamento nas estradas, coibindo tráfico de drogas, transporte de carros roubados, entre outros crimes, a operação tem como objetivo reivindicar melhorias para a categoria.

Lucio conta que há dois anos reajustes salariais são negociados com o governo federal. Os policiais pedem reposição conforme a inflação, já que última mudança aconteceu com base em valores de 2008, divididas em parcelas acrescentadas em 2008, 2009 e 2010.

“Também cobramos o reconhecimento da nossa carreira como uma carreira de nível superior”, conta o diretor. Voltando a conversar sobre as questões salariais, Lucio afirmou que o salário dos policiais rodoviários federais, antes de R$ 6,2 mil, agora é de R$ 5,8 mil.

Conforme Lúcio, isso acontece por causa de mudanças na forma de pagamento. “Anteriormente, recebíamos salário base mais adicionais, como insalubridade e adicional noturno. Porém, o governo mudou nosso salário para subsídio, o que acabou cortando os adicionais, diminuindo nossa remuneração”, conta.

Possibilidade de greve - Lucio Nogueira explica que 20 dos 24 sindicatos estaduais no Brasil vão decidir se entrarão em greve em assembleias regionais que serão realizadas no próximo dia 13.

Quatro sindicatos se anteciparam aos outros e aprovaram a greve, entre eles os de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco. A greve possivelmente acontecerá entre os dias 20 e 24 deste mês, mas os policiais ainda aguardam a decisão oficial da FenaPRF (Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais).

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions